Amistosos da seleção feminina são adiados

Aumento de casos de covid-19 na Europa motivou transferência de datas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(CBF/Reprodução)

Os amistosos entre as seleções femininas de Brasil e Argentina, marcados para 27 de novembro e 1º de dezembro, em São Paulo, foram adiados a pedido da Associação de Futebol do país vizinho (AFA). Segundo um comunicado da entidade, os jogos “foram remarcados para ano que vem, na expectativa de que o contexto sanitário permita a retomada da agenda de compromissos da seleção”.

O avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19) na Europa é o motivo do pedido de adiamento. A nota oficial da AFA afirma que “a maioria das futebolistas convocadas pelo técnico Carlos Borrello” atua no Velho Continente. Nove das 21 chamadas pela seleção argentina jogam no futebol europeu. “Pelo contexto, somado à falta de garantias quanto à volta [das atletas] a seus clubes de origem, a federação decidiu priorizar a saúde. Agradecemos a predisposição da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e trabalharemos para o breve regresso aos gramados”, conclui a nota.

Os jogos contra a Argentina eram a última oportunidade da seleção feminina ir a campo em 2020. Devido à pandemia, a equipe comandada por Pia Sundhage não joga desde março, quando disputou um torneio na França contra Holanda, Canadá e as anfitriãs. De lá para cá, a sueca realizou duas convocações para períodos de treinamento: uma em setembro – com jogadoras que atuam no Brasil, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ) – e outra em outubro – com atletas de clubes europeus, chineses e norte-americanos.

Pia havia convocado 25 atletas (12 de times brasileiros e 13 do exterior) para os amistosos com as argentinas, que seriam disputados na Neo Química Arena e no Morumbi. A lista teve quatro novidades: as meias Duda, Júlia Bianchi (ambas do Avaí/Kindermann) e Ana Vitória (do Benfica, de Portugal) e a atacante Jaqueline, do São Paulo. O Corinthians foi o clube com mais representantes na lista: cinco.

Por Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional 

Acompanhe nossos Podcast
Está gostando do conteúdo? Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas - notícias

Orelhas & Tiaras

Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Podcast

SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
As últimas notícias de São Paulo e do Brasil.
As manchetes dos principais jornais do país
by SPAGORA

Você vai ouvir na voz do repórter Paulo Édson Fiore as manchetes dos principais jornais brasileiros.

As manchetes dos principais jornais do país
Comandante da PM afasta policial após ele apreender carro de vereadora
As manchetes dos principais jornais do país