Lewandowski é o melhor jogador do mundo, decide Fifa

Cerimônia de premiação foi realizada online
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Robert Lewandowski (Bayern/Reprodução)

O atacante polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, foi eleito o melhor jogador de futebol do mundo em 2020 em eleição da Fifa, nesta quinta-feira (17/12), superando o argentino Lionel Messi, do Barcelona, e o português Cristiano Ronaldo, da Juventus.

Lewandowski, de 32 anos, foi decisivo para as conquistas do Bayern este ano: Bundesliga, Copa da Alemanha e Champions League. Ele foi o artilheiro na três competições, somando 41 gols na temporada passada.

A melhor jogadora do mundo é a defensora Lucy Bronze, que foi para o Manchester City no meio do ano, depois de vencer três Champions League com o Olympique Lyon. O melhor técnico é o alemão Jürgen Klopp, do Liverpool.

Na cerimônia do prêmio The Best, realizada por teleconferência a partir da sede da Fifa, em Zurique, Lewandowski foi o único a receber o prêmio das mãos do presidente da Fifa, Gianni Infantino, que não participou do evento.

“Estou muito feliz. Tem sido um ano importante para mim e para a equipe. Sou grato pelo prêmio e agradeço aos meus companheiros de equipe e ao técnico”, disse o atacante polonês, visivelmente emocionado.

“Concorrer neste prêmio com Messi e Ronaldo é incrível. É uma honra para mim estar ao lado desses dois jogadores”, completou.

Bronze se diz honrada

Já Bronze levou a melhor sobre a atacante dinamarquesa Pernille Harder, do Chelsea, e sobre a zagueira francesa Wendie Renard, com quem atuou no Lyon.

“Foi uma surpresa para mim até mesmo ser indicada ao lado dessas duas jogadoras que conheço bem, grandes, belas pessoas. É uma honra estar no mesmo nível que elas. Não tenho palavras para explicar o que sinto”, afirmou Bronze.

Alisson na seleção do ano

O goleiro Alisson Becker, do Liverpool, é o único brasileiro na seleção do ano eleita pela Fifa no prêmio The Best.

Liverpool e Bayern de Munique são os times com mais representantes na seleção, com quatro nomes cada, sendo um deles em comum.

A seleção do ano foi escalada da seguinte forma: Alisson (Liverpool); Alexander-Arnold (Liverpool), Van Dijk (Liverpool), Sergio Ramos (Real Madrid) e Alphonso Davies (Bayern de Munique); Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Kevin De Bruyne (Manchester City) e Thiago (Bayern de Munique/Liverpool); Lionel Messi (Barcelona), Robert Lewandowski (Bayern de Munique) e Cristiano Ronaldo (Juventus).

AS/rtr/dpa/efe

Por Deutsche Welle

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas