Medalista olímpico vira entregador para sobreviver à pandemia

Boxeador ajuda esposa em negócios da família no Espírito Santo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Esquiva Falcao durante o trabalho de entregador (Rede Social/Reprodução)

O medalhista olímpico Esquiva Falcão usou as redes sociais no último sábado (10) para divulgar o novo trabalho. Mas não é relacionado ao boxe. O atleta está fazendo entrega de pizzas nas cidades de Vitória e Vila Velha, no Espírito Santo, sua terra natal. 

Ele trabalha como entregador da Suh Delícias, negócio de minipizzas caseiras dele junto com a esposa Suelen Falcão. Essa foi uma alternativa para arrecadar dinheiro na pandemia, pois os eventos esportivos pararam no mundo inteiro e ele não tem patrocinadores.

A esposa prepara as minipizzas e ele faz as entregas com sua medalha olímpica. Além de comprar comida, os clientes têm a oportunidade de tirar uma foto com o boxeador.

A publicação acontece algumas semanas depois de sua última luta. Em fevereiro, ele enfrentou o russo Arthur Akavov, em Las Vegas, que desistiu do combate após ter o nariz quebrado no quarto round. Esquiva chegou à 28ª vitória da carreira, a 20ª por nocaute, e manteve sua invencibilidade nos profissionais. 

Após a última vitória, ele usou as redes sociais para pedir uma chance de disputar o título mundial de boxe.

Venda da medalha 

Em entrevista ao programa do Danilo Gentili, Falcão revelou que, antes de começar o negócio de pizzas com a esposa, pensou em vender a medalhapara prover sustento para a família. 

Ele conquistou a medalha nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012. O pugilista foi o primeiro boxeador brasileiro a chegar a uma final olímpica e enfrentou o japonês Ryota Murata. Em decisão polêmica, ele perdeu o confronto final e ficou com a medalha de prata.

Por TV Cultura

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas