Palmeiras vence a Libertadores contra o Santos

Partida foi disputada no Rio de Janeiro
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Cesar Greco/Palmeiras/via Fotos Públicas)

O Palmeiras é bicampeão da Libertadores. Com um gol do herói improvável Breno Lopes aos 53 minutos da etapa final, o Alviverde fez 1 a 0 no Santos na decisão disputada na tarde deste sábado (30), no Maracanã.

O primeiro tempo da grande decisão foi marcada por muito equilíbrio. Cuca, técnico do Santos, apostou em uma equipe mais marcadora com Sandry reforçando o meio. Mesmo assim, foi o Peixe que começou ameaçando mais. A primeira finalização foi do lateral Pará. Só que, logo na sequência, o Palmeiras já equilibrou o jogo. Teve uma chance com Rony, outra com Gómez de cabeça. A partida seguiu muito disputada no meio de campo, até os 36 minutos. Foi aí que o lateral-direito Marcos Rocha achou o meia Raphael Veiga na área. Ele bateu, mas a bola passou perto. Logo depois, Marinho quase abriu o placar para o Santos.

Na volta do intervalo, aos dois minutos, o centroavante Luiz Adriano ficou cara a cara com o goleiro John do Santos. Mas a jogada foi anulada por impedimento. Cinco minutos depois, Gabriel Menino cruzou na área e por muito pouco o atacante Rony não tocou na bola para marcar o gol do Verdão. Aos 13 foi a vez do Santos ameaçar. Soteldo rolou para Marinho. Ele cruzou na área e o zagueiro Lucas Veríssimo, sozinho, desviou para fora perdendo grande chance.

Aos 18, o meia Raphael Veiga bateu forte de fora da área. A bola bateu na rede do Santos, mas pelo lado de fora. Aos 31, o Santos teve as melhores chances. Pituca bateu forte da entrada da área e o goleiro Weverton salvou. Na sequência, Felipe Jonatan mandou uma bomba de muito longe e a bola raspou a trave esquerda do gol palmeirense.

Aos 50 aconteceu um lance que mudou o destino do jogo. Cuca, técnico do Santos, acabou se enrolando com o lateral-direito Marcos Rocha fora do campo e recebeu o cartão vermelho. Depois de muita reclamação, o jogo recomeçou e o atacante Rony, pela direita, colocou a bola na cabeça do Breno Lopes. Na segunda trave, o centroavante ganhou o lateral Pará e encobriu o goleiro John com um belo toque de cabeça no canto esquerdo. Quis o destino que um atleta anunciado pelo Palmeiras no dia 10 de novembro vindo do Juventude de Caxias do Sul marcasse o gol do título. Depois o Maracanã foi tomado por muita festa dos palmeirenses e muita lamentação dos santistas.

Agora as atenções palmeirenses se voltam para o Mundial de clubes. A competição já começa na próxima quinta-feira (04.02). O primeiro jogo do Palmeiras será no domingo (07) contra o vencedor de Tigres do México e Ulsan Hyundai do Catar. A decisão do terceiro lugar e a grande final estão marcadas para quinta-feira (11).

(Cesar Greco/Palmeiras/via Fotos Públicas)

Por Agência Brasil


Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas