Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Finados: Cemitérios devem receber um milhão de visitantes

(Arquivo/Agência Brasil)

A Prefeitura de São Paulo intensificou as ações de zeladoria nas 22 necrópoles da cidade e no entorno do crematório Vila Alpina com o objetivo de preparar os locais para o dia de finados. São esperadas cerca de 1 milhão de pessoas.

Também haverá a instalação de banheiros químicos e um esquema especial de trânsito e de segurança no entorno dos cemitérios, principalmente para coibir a atuação de “enxadinhas” e de flanelinhas no interior dos equipamentos. A SPTrans também montará um esquema especial com os ônibus que atendem as regiões dos cemitérios, que estarão abertos no horário regular, das 7h às 18h.


Clique aqui e confira os horários das missas realizadas nos cemitérios durante o feriado


A população deve ficar atenta, garantindo que vasos de flores deixados em túmulos de seus familiares sejam esvaziados ou recolhidos, e assim evitar a proliferação do mosquito da Dengue. Todos também podem manter sua atenção redobrada e coletiva na manutenção do local, não descartando lixo fora dos cestos.

Funcionários do Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP) estarão de plantão. Os visitantes também poderão obter informações pelo telefone 156.

Atualize seu cadastro


Munícipes que possuem concessão (túmulos) em cemitérios municipais de São Paulo devem realizar a atualização de seus dados na administração das necrópoles em que possuem seus jazigos.

Manter os dados atualizados é fundamental para que o SFMSP, por meio da administração de cada cemitério, possa se comunicar com os responsáveis em caso de necessidade.

Trânsito


A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) irá monitorar o trânsito nas imediações dos principais cemitérios da cidade, na sexta-feira (02), das 06h às 18h. Serão feitos bloqueios, alterações de sentido de circulação, orientação de trânsito, travessia de pedestres e operacionalização das particularidades de cada cemitério, inclusive particulares, nas diversas regiões da Cidade de São Paulo, devido ao grande fluxo de pessoas.

Nas proximidades dos cemitérios, a CET colocará cavaletes e cones, faixas de pano com informações de orientação do trânsito, além de canalizações de vagas próximas aos portões de entradas para proporcionar fluidez ao tráfego de veículos e segurança na travessia e circulação dos pedestres. Clique aqui para conferir as interdições

Alerta contra os enxadinhas

É importante que os familiares e visitantes dos cemitérios não utilizem o serviço dos chamados “enxadinhas” (pessoas que se infiltram nos cemitérios e oferecem serviços diversos, como limpeza de túmulos ou vigilância, para extorquirem dinheiro). Nestes casos, todas as denúncias podem ser feitas na administração do cemitério.

Ações pontuais


Na Zona Leste, as equipes do Cemitério de Itaquera trabalharam em parceria com a Secretaria do Verde e Meio Ambiente. Os jardins receberam roçagem de mato e a necrópole, inaugurada em 1929, recebeu serviços de pintura e de prevenção ao mosquito da Dengue. O cemitério de Itaquera realiza, em média, 1,900 sepultamentos por ano, possui 421 concessões e 6.990 espaços em quadra geral.

Na mesma região, o Cemitério Formosa recebeu na noite de ontem (31) serviços de limpeza e reparos emergenciais. Os objetos sobre os túmulos foram recolhidos, e as portas estão sendo reforçadas. Para melhorar as dependências da necrópole, a Prefeitura realiza orçamentos para consertos em geral, incluindo o vidro das janelas. O serviço de limpeza no local ocorre diariamente.  A Subprefeitura Aricanduva/Formosa/Carrão também ajudou com os trabalhos de zeladoria e antipichação em todo o entorno do Cemitério em ações semanais.

Na Zona Norte, o cemitério da Freguesia do Ó recebeu ações de jardinagem, pintura, limpeza e reparos em seu ossuário.

O Cemitério Campo Grande, na Zona Sul, recebeu atividades de limpeza, restauração das quadras e também dos túmulos. O cemitério é um dos mais antigos da capital paulista, com 7.113 concessões e está instalado em uma área de 138.912M².

Também na Zona Sul, o Cemitério Parelheiros recebeu a poda de árvores, pintura em muros e paredes, limpeza nas áreas entre os túmulos de quadra geral. Foram retirados resíduos de flores e vasos. Os banheiros recebem atenção e outros 05 banheiros químicos foram solicitados para atender a população no dia de finados.

Desde o início do mês, os funcionários do cemitério Vila Mariana, inaugurado em 1904, também na Zona Sul, se dedicam às ações de limpeza, pintura e manutenções A programação também conta com uma missa que será celebrada 10h pelo Monsenhor Antonio Fusari e, 15h, pelo Padre Wellington Laurindo dos Santos. Cerca de 300 pessoas assistem as missas e, para isso, serão preparadas tendas, cadeiras e banheiros químicos aos visitantes.

No Cemitério da Consolação, na região Central, a equipe de funcionários do cemitério, em parceria com a empresa contratada para manutenção, está empenhada na organização da necrópole. Foram varridos os mais de 76 mil m² do cemitério e retirados galhos que haviam caído com as chuvas. Os vasos fixados nos túmulos também foram enchidos de areia par evitar água parada. A acessibilidade também ganhou atenção com a construção de rampas de acesso.

O cemitério da Consolação é um Museu aberto. Por isso, neste dia de finados, serão realizados passeios guiados em dois horários (10h30 e 14h) para que as pessoas conheçam a arte tumular e história de grandes personalidades paulistanas. 

As visitas também acontecem às terças e sextas-feiras (14h), e às quartas-feiras (10h e 14h). Em caso de escola, pedimos que também envie uma carta da instituição de ensino e o nome do responsável que irá acompanhar a atividade, assim como telefone para contato.

*com informações da Prefeitura de São Paulo

Deixe seu comentário

avatar
  Se inscrever  
Notificação de
1
×
Fale agora com nossa equipe!