Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Prefeitura do Rio aumentar fiscalização em shopping

Pelas regras municipais, os shopping centers só podem receber 30% da capacidade de frequentadores e funcionar de 12h às 20h
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Desrespeito às normas pode gerar multas e interdição de lojas

A prefeitura do Rio de Janeiro comunicou, em nota, que intensificará nesta sexta-feira (12) a fiscalização em shopping centers da cidade. Ontem (11), no primeiro dia de reabertura de lojas, houve aglomerações e descumprimento das regras estabelecidas pelo município para a retomada das atividades. 

De acordo com a Subsecretaria de Vigilância Sanitária, a fiscalização, iniciada nesta quinta-feira, inclui a interdição de lojas por aglomeração e a aplicação de multas aos estabelecimentos. As ações contam também com equipes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), Guarda Municipal e Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano, da Fazenda.

Segundo o órgão, o Norte Shopping, localizado na zona norte do Rio, foi multado por não higienizar com frequência as superfícies dos ambientes e teve três lojas de eletrodomésticos fechadas por aglomeração. Cada uma delas foi multada em R$ 13 mil, valor da infração gravíssima. A multa foi também aplicada à administração do Bangu Shopping, na zona oeste, e a quatro lojas do estabelecimento, pelo mesmo motivo. 

A população pode denunciar pontos de superlotação e outras irregularidades pela Central 1746.

Retomada antecipada

A reabertura das lojas estava prevista apenas para próxima semana, mas a prefeitura decidiu antecipar a retomada. Um dos motivos é o Dia dos Namorados, comemorado hoje (12).

Pelas regras municipais, os shopping centers só podem receber 30% da capacidade de frequentadores e funcionar de 12h às 20h. Até a última quarta-feira (10), somente bares e restaurantes desses estabelecimentos podiam abrir desde que servissem refeições apenas nos sistemas drive thru, para viagem e entregas. 

Para voltar a funcionar, os shopping centers devem seguir as regras de ouro estabelecidas pela prefeitura para todos os setores da economia, além de normas específicas . Uma delas é a medição de temperatura dos frequentadores na entrada dos estabelecimentos. O uso de máscaras pelos colaboradores e clientes é obrigatório e o distanciamento social recomendado é de 2 metros.

Continuam impedidas de funcionar quaisquer pontos de lazer dos shopping centers, como lounges, áreas de jogos e espaços de recreação para crianças. Os centros comerciais também não podem oferecer serviços de manobrista, nem aluguel de carrinhos para crianças, e deverão manter as portas abertas, para aumentar a circulação de ar.

Entre outras exigências, os estabelecimentos precisam apresentar à prefeitura documentos que comprovem a limpeza dos aparelhos de ar condicionado e dutos de ar.

Até ontem, a cidade do Rio de Janeiro registrava 40.017 casos confirmados do novo coronavírus e 4.850 mortes por covid-19, doença causada pelo vírus. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro. Em todo o estado, são 7.363 óbitos e 75.775 casos confirmados.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas - notícias

Orelhas & Tiaras

Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Podcast

SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
As últimas notícias de São Paulo e do Brasil.
As manchetes dos principais jornais do país
by SPAGORA

Você vai ouvir na voz do repórter Paulo Édson Fiore as manchetes dos principais jornais brasileiros.

As manchetes dos principais jornais do país
Comandante da PM afasta policial após ele apreender carro de vereadora
As manchetes dos principais jornais do país