Bolsonaro diz que Trump “não é a pessoa mais importante do mundo”

Siga cada acontecimento da eleição nos Estados Unidos via Deutsche Welle
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

21:45 – Vantagem de Trump na Geórgia é de menos de 4 mil votos

A Geórgia já soma mais de 98% de suas urnas apuradas, e o resultado parcial está altamente apertado. O presidente Donald Trump tem agora 49,4% dos votos, enquanto Joe Biden conta com 49,3%. A diferença entre os dois candidatos é de menos de 4 mil votos. Ainda há cerca de 18 mil cédulas a serem apuradas, segundo autoridades estaduais. Portanto, ainda há chances de Biden virar.

Trump precisa vencer no estado para ainda ter alguma chance de ser reeleito presidente. A Geórgia corresponde a 16 votos no Colégio Eleitoral. 

21:35 – DW analisa boatos sobre eleição nos EUA

Enquanto o drama do pleito presidencial americano avança para o terceiro dia, acusações e desinformação enchem as redes sociais, incluindo tuítes do presidente Donald Trump. Checagem de fatos da DW separa realidade de ficção. Leia mais

21:20 – Sem provas, Trump volta a falar que é vítima de fraude

Em desvantagem na contagem de votos e com a apuração ainda em andamento, o presidente Donald Trump voltou a denunciar, sem provas, que sua campanha está sendo vítima de fraude.

“Se você contar os votos legais, eu ganho facilmente. Se você contar os votos ilegais, eles podem roubar a eleição de nós”, disse o republicano, que pode se tornar o primeiro presidente americano em quase 30 anos a perder uma campanha de reeleição.

Trump também disse prever que a eleição será judicializada e que ele não deve reconhecer facilmente uma eventual derrota, mesmo se o democrata Joe Biden atingir a marca de 270 votos no Colégio Eleitoral necessária para conquistar a Presidência. “Haverá muito litígio”, disse o republicano, durante um discurso na Casa Branca. Leia mais

20:50 – Contagem na Pensilvânia é “incrivelmente segura”, diz secretária de Estado

A secretária de Estado da Pensilvânia, Kathy Boockvar, afirmou a repórteres que a contagem de votos em andamento no estado-chave para o resultado da eleição é “incrivelmente segura”, e que a “integridade desta votação é incomparável”.

Ela disse ainda que a “esmagadora maioria” das mais de 300 mil cédulas pendentes será contada até esta sexta-feira.

A campanha do presidente Donald Trump entrou com uma ação legal na Pensilvânia para tentar barrar a contagem das cédulas enviadas pelo correio até o dia da eleição, 3 de novembro, mas que podem ser computadas até três dias depois.

Boockvar afirmou que as cédulas atrasadas são “significatimente menores” do que o esperado, acrescentando não ver qualquer evidência de fraude eleitoral, como alega a campanha republicana.

O democrata Joe Biden está chegando cada vez mais perto de Trump na contagem na Pensilvânia, com menos de 78.000 votos separando os dois candidatos. Uma vitória de Biden no estado, que corresponde a 20 votos no Colégio Eleitoral, tornaria o democrata o grande vencedor da eleição.

20:30 – Resultado no Arizona só deverá ficar claro no fim de semana

A secretária de Estado do Arizona, Katie Hobbs, afirmou que ainda há cerca de 400 mil a 450 mil cédulas de votação a serem computadas em todo o estado, sendo que pouco menos de 300 mil delas estão no condado de Maricopa, o maior do Arizona. Ela disse esperar que maior parte desses votos seja contada até o fim de semana.

“Parece que a maioria dos condados encerrará a tabulação, a maior parte da tabulação, neste fim de semana, incluindo o condado de Maricopa, exceto por algumas cédulas provisórias, que eles ainda têm até terça-feira para resolver. E assim, saberemos o resultado em breve”, afirmou Hobbs, em entrevista à emissora CNN. “Acho que depois de hoje e de amanhã teremos uma imagem muito mais clara sobre o Arizona.”

O resultado no estado é alvo de controvérsias entre a imprensa americana. Enquanto projeções da agência de notícias AP e da emissora Fox News apontaram a vitória do candidato democrata Joe Biden ali, os demais veículos ainda não declararam nenhum vencedor. O Arizona conta 11 votos no Colégio Eleitoral.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas