Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Brasil e Argentina discutem fortalecimento da produção de alimentos

Agronegócio movimentou 52,2% das exportações em março.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Por Mariana Tokarnia

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, recebe a vice-presidente da Argentina, Gabriela Michetti, no Palácio Itamaraty (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O fortalecimento da produção de alimentos para o mundo foi tratado hoje (12) em reunião do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, com a vice-presidente da Argentina, Gabriela Michetti. “Temos plenas condições de juntos e também com outros integrantes do Mercosul abastecermos o mundo daquilo que é fundamental para a vida de cada um, que é o alimento”, disse Mourão após a reunião.

A ideia, segundo Gabriela Michetti, é que a produção seja focada “não apenas nas matérias-primas, como têm sido tradicionalmente, mas em produtos com valor agregado. Temos uma forma muito importante para ir ao mundo com essa identidade”.

A reunião tratou também da importância do Mercado Comum do Sul (Mercosul), grupo econômico formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. “Unidos somos mais fortes. Não podemos atuar somente individualmente como país, temos que nos unir, temos uma cultura comum, visões comuns do mundo. Então, vamos nos unir”, afirmou Mourão.

Mourão, Gabriela e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, participaram ainda de almoço em homenagem à vice-presidente da Argentina, no Palácio Itamaraty.

Produção de alimentos

De acordo com os últimos resultados mensais da balança comercial do Brasil, divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), o agronegócio foi responsável por 52,2% de todas as exportações brasileiras no mês de março. O país vendeu ao mercado externo US$ 8,35 bilhões, o que representa uma alta de 5,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse valor é recorde para março, desde que começou a série histórica, em 1997.

A crise no país vizinho fez a participação da Argentina nas exportações brasileiras despencar em 2019. Em janeiro e fevereiro deste ano, o país foi destino de 4,4% das vendas externas brasileiras, contra 7,8% no mesmo período de 2018.

As exportações de produtos semimanufaturados do Brasil para a Argentina caíram 45,8%, de US$ 86 milhões no primeiro bimestre do ano passado para US$ 39,4 milhões em janeiro e fevereiro deste ano. As vendas de produtos básicos (bens agropecuários e minerais) recuaram 6,7%, de US$ 104 milhões para US$ 96,7 milhões.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas - notícias

Orelhas & Tiaras

Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Podcast

SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
As últimas notícias de São Paulo e do Brasil.
As manchetes dos principais jornais do país
by SPAGORA

Você vai ouvir na voz do repórter Paulo Édson Fiore as manchetes dos principais jornais brasileiros.

As manchetes dos principais jornais do país
Comandante da PM afasta policial após ele apreender carro de vereadora
As manchetes dos principais jornais do país

Outras - notícias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest