Brasileiros são presos por fraude em documentos de cidadania italiana

Pelo menos 800 cidadanias falsas foram descobertas.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Um grupo de sete brasileiros foi preso na província de Verbania e Novara, na região de Piemonte, norte da Itália. Eles são acusados de falsificar documentos para obtenção de cidadania italiana. A polícia italiana,que investiga o caso há um ano,apura ainda a possível participação de um padre italiano, de uma paróquia de Pádua, no esquema.

De acordo com as investigações, conduzidas no âmbito da Operação Santos, pelo menos 800 falsas cidadanias italianas foram obtidas por meio do esquema que, segundo apurações preliminares, movimentou cerca de 5 milhões de euros.

Os documentos falsos deverão ser imediatamente revogados.

A investigação, denominada Esquadrão de Voo, identificou que o esquema envolvia fraudes em cartórios de tal forma que os brasileiros aparecessem como moradores das províncias de Verbania e Novara.

As informações são Polícia de Verbania e Novara.

Agência Brasil aguarda informações do Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, sobre o assunto.

Acompanhe nossos Podcast
Está gostando do conteúdo? Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas - notícias

Orelhas & Tiaras

Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Podcast