Corpos são encontrados na área em que avião desapareceu

Avião da Força Aérea do Chile levava 38 pessoas à Antártida.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Por RTP

Destroços que a Força Aérea Chilena acredita ser de avião militar que caiu esta semana foram encontrados na Passagem de Drake (Twitter/Reprodução)


Autoridades chilenas anunciaram que foram encontrados restos mortais na mesma zona onde a Força Aérea estabeleceu o último contacto com o avião militar que desapareceu na segunda-feira (9) com 38 pessoas a bordo.

“A Força Aérea deu-nos uma notícia que nos deixou consternados: a descoberta de corpos no mar de Drake e também parte da fuselagem que corresponde ao avião atingido, o C130 da Força Aérea do Chile”, disse o governador da região de Magalhães, José Fernández.

A Força Aérea do Chile anunciou, na segunda-feira, ter perdido “o contato via rádio” com um avião militar C130 com 38 pessoas a bordo, que decolou de Punta Arenas, sul do país, para uma base na Antártida.

O contato via rádio foi interrompido no início da noite, de acordo com um documento da Força Aérea.

O avião, que decolou da base aérea de Chabunco, em Punta Arenas, a mais de três mil quilômetros ao sul de Santiago do Chile, tinha como missão prestar apoio logístico à base na Antártica.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas