Desemprego cai na Europa para 7,5%

É a menor taxa da União Europeia desde janeiro de 2000.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Por RTP

Dados divulgados hoje (31) pelo Eurostat (Gabinete de Estatísticas da União Europeia), a taxa de desemprego na zona do euro recuou para 7,5% em junho, após se ter fixado em 7,6% em maio e em 8,2% no mesmo mês de 2018.

Quanto à média da União Europeia (UE), a taxa de desemprego fixou-se em 6,3%, mantendo-se inalterada por conta da percentagem registrada em maio deste ano e baixando relativamente a junho de 2018, quando atingiu 6,8%.

Esta é, segundo o Eurostat, a taxa de desemprego mais baixa na União Europeia desde janeiro de 2000.

Em Portugal, o desemprego fixou-se em 6,7% em junho deste ano, acima dos 6,6% de maio, mas abaixo dos 6,9% doo mesmo mês do ano passado.

Mantendo a tendência anteriormente verificada, Portugal continuou, porém, a ser um dos estados-membros com taxas de desemprego mais elevadas, vindo, a seguir, a Grécia (17,6%), Espanha (14%), Itália (9,7%), França (8,7%) e Croácia (7,1%).

Já as taxas de desemprego mais baixas estão na República Checa (1,9%), Alemanha (3,1%), Hungria, Malta e Holanda (3,4% nos três países).

Em valores absolutos, existiam em Portugal, em junho, 344 mil desempregados, enquanto na zona do euro eram quase 12,4 milhões e na UE 15,7 milhões.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas