Morre o príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª

Príncipe casou-se com a rainha em 1947
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Elizabeth segunda e o príncipe Philip (Roger Harris/via Fotos Públicas)

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, morreu aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham nesta sexta-feira (09/04). 

“É com profundo pesar que Sua Majestade, a rainha, anuncia a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o príncipe Philip, duque de Edimburgo”, diz comunicado do palácio. “Sua Alteza Real faleceu em paz nesta manhã no castelo de Windsor.”

O príncipe se casou com Elizabeth 2ª em 1947, cinco anos antes de ela ser coroada. Ele foi o mais longevo consorte real da história britânica. O casal teve quatro filhos, oito netos e dez bisnetos.

A saúde do príncipe vinha se deteriorando há algum tempo. Ele completaria 100 anos no próximo dia 10 de junho.

Em fevereiro, ele passou mal e foi internado como medida de precaução devido a uma infecção cuja causa não foi divulgada. Ele deveria permanecer alguns dias em observação e descanso. No entanto, foi transferido de hospital e passou por uma cirurgia cardíaca. O príncipe recebeu alta em 16 de março e estava se recuperando no castelo de Windsor, a cerca de 30 quilômetros de Londres.

Infância na França e Alemanha

Príncipe Philip
(Roger Harris/via Fotos Públicas)

O pai dele era o príncipe André da Grécia e Dinamarca. A mãe era a princesa Alice, bisneta da rainha Vitória. Sua família deixou a Grécia quando Philip tinha 1 ano de idade, após o fim da Guerra Greco-Turca. Ele passou a infância na França e na Alemanha e mais tarde mudou-se para o Reino Unido. 

Philip ingressou na Marinha em 1939, período em que conheceu a então princesa Elizabeth. O par começou a se corresponder e então se casou em 1947, antes da ascensão dela ao trono, em 1952. 

Ele renunciou ao título real grego para assumir cidadania britânica. Philip recebeu o título de Sua Alteza Real e foi nomeado como Duque de Edimburgo pelo pai da rainha, rei George 6°, por ocasião do seu casamento. 

Philip se aposentou do serviço naval ativo em 1951 e se tornou oficialmente um príncipe britânico em 1957. Desde então, vinha sendo o consorte da rainha, apoiando Elisabeth em seu papel como monarca reinante, e também investia seu tempo no apoio a  organizações de conservação e engenharia. Era um patrono, presidente ou membro de mais de 750 organizações. 

Ele se aposentou das funções públicas em 2017. Embora continuasse um membro das organizações, ele não participava mais de atos públicos. 

O casal teve quatro filhos juntos: Charles, o príncipe de Gales; Anne, princesa real; príncipe Andrew, duque de York; e príncipe Edward, conde de Wessex, além de oito netos e 10 bisnetos.

Por Deutsche Welle

md (DPA, Reuters)

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas

No Content Available