Protestos na Espanha levam milhares às ruas

Protesto na Espanha fechou estradas e cancelou voos.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Por RTP

Estudantes contra a condenação de nove líderes separatistas da Catalunha tomou as ruas de Barcelona (Xavi Ariza/Fotomovimiento/Fotos Públicas)


Lojas vandalizadas, caixotes do lixo e carros em chamas, confrontos com a polícia e agressões entre grupos de extrema-direita e manifestantes antifascistas. Foi assim a quarta noite consecutiva de protestos na Catalunha, com mais incidência em Barcelona. Esta sexta-feira (18), os protestos já levaram à interrupção de várias estradas e ao cancelamento de voos. Em dia de greve geral, espera-se que esta sexta-feira ocorra a maior manifestação dos últimos anos a favor da independência na região.

A tarde de quinta-feira (17) passou sem grandes incidentes, mas no início da noite e ao longo da madrugada o ambiente se agravou, com intensos confrontos entre a polícia e os manifestantes.

Houve vários carros incendiados, confrontos com a polícia e agressões entre manifestantes durante a noite. 
 
A condenação pela justiça de líderes que lutam pela independência foi o motivo para a onda de manifestações violentas.

Cortes de estradas e voos cancelados

Esta sexta-feira está também marcada por cortes de autoestradas e várias vias na Catalunha, entre as quais a N2, próximo da fronteira entre Espanha e a França, informou o Ministério do Fomento.

Na cidade de Barcelona várias vias foram já parcialmente fechadas à circulação por causa das manifestações que se vão prolongar durante todo o dia.

Pelo menos 100 pessoas foram detidas e quase 200 agentes da polícia ficaram feridos desde o início dos protestos.

O caos também se instalou no aeroporto de Barcelona, com mais de meia centena de voos cancelados devido à greve geral.

Segundo as autoridades (Guardia Urbana), o trânsito vai ser restrito na Avenida Meridiana e a Ronda del Litoral, assim como numa das entradas de Barcelona, em Lobregat.

Há pouca disponbilidade de ônibus e trens, que estão funcionando precariamente. 

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas