Sobe para 26 o número de mortes em protestos no Chile

Já são cinco semanas de protesto no Chile.
(Colectivo 2+/Carlos Vera M./Fotos Públicas)


Em cinco semanas de protestos, 26 pessoas morreram no Chile. Em várias cidades houve novos registros de incêndios, saques e manifestações.

Até agora, nenhuma medida ou acordo político, conseguiu por fim à violência, e os protestos se intensificaram.

Notíciasrelacionadas

Manifestantes com máscaras atiraram pedras contra a polícia, que respondeu com gás lacrimogênio e canhões de água.

Milhares de pessoas voltaram a se concentrar, ao longo do dia, nesta sexta-feira (22), na Praça Itália, o epicentro das manifestações em Santiago, na quinta “maior marcha do Chile” desde que começou a onda de protestos.

*Com informações da RTP

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu concordo com os Termos e Condições e Política de Privacidade.

Notícias relacionadas

Orelhas & Tiaras

Mais - recentes

São Paulo