São Paulo

Litoral de SP entra em alerta de temporal com ventos de até 100 km/h e granizo

O Inmet emitiu um alerta laranja de tempestade para a região, que deve ter chuva forte, raios e alagamentos até sexta-feira (2)

O litoral de São Paulo está em alerta por causa de um temporal que se formou sobre a região nesta quarta-feira (31). O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta laranja de tempestade para a Baixada Santista, o Litoral Norte e o Vale do Paraíba, que devem ter chuva entre 30 mm e 60 mm por hora ou até 50 mm e 100 mm por dia, acompanhada de ventos intensos que variam de 60 km/h a 100 km/h e queda de granizo.

O Inmet emitiu um alerta laranja de tempestade para a região, que deve ter chuva forte, raios e alagamentos até sexta-feira(Nivaldo Lima – SP Agora)

A chuva, que começou na tarde de quarta-feira, já causou estragos e transtornos para a população. Segundo o Corpo de Bombeiros, foram registradas 150 ocorrências relacionadas ao temporal, como alagamentos, quedas de árvores, deslizamentos de terra e desabamentos de imóveis. Não há informações sobre vítimas fatais ou feridos graves.

Litoral Sul

Em Santos, a chuva provocou o transbordamento do canal 1 e alagou diversas ruas e avenidas. A prefeitura informou que acionou o Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC) e que está monitorando as áreas de risco. A Defesa Civil municipal orientou os moradores a não saírem de casa e a evitarem locais alagados.

Em Guarujá, a chuva causou a queda de parte do muro do cemitério Jardim da Paz, no bairro Morrinhos. Ninguém ficou ferido, mas alguns túmulos foram danificados. A prefeitura disse que vai avaliar os estragos e providenciar os reparos necessários. A cidade também teve alagamentos em vários pontos e quedas de energia elétrica.

Siga nosso canal no Whatsapp

Em São Vicente, a chuva alagou a Avenida Antônio Emmerich, uma das principais vias da cidade, e dificultou o trânsito. A prefeitura informou que acionou as equipes de limpeza e de assistência social para atender as demandas da população. A cidade também teve quedas de árvores e de postes de iluminação.

Em Praia Grande, a chuva causou a queda de um muro de contenção na Avenida Presidente Kennedy, no bairro Canto do Forte. O local foi interditado pela Defesa Civil municipal, que também registrou alagamentos em diversos bairros. A prefeitura disse que está trabalhando para minimizar os impactos da chuva e que está em alerta para possíveis emergências.

Litoral Norte

No Litoral Norte, a chuva também causou estragos em diversas cidades. Em Caraguatatuba, a prefeitura decretou estado de emergência após a chuva atingir 80% do volume esperado para o mês de janeiro em apenas 24 horas. A cidade teve 15 pontos de alagamento, 12 deslizamentos de terra, 10 quedas de árvores e quatro desabamentos de imóveis. Cerca de 200 pessoas ficaram desalojadas e foram encaminhadas para abrigos municipais.

Em São Sebastião, a prefeitura também decretou estado de emergência após a chuva provocar o transbordamento de rios e córregos, alagando diversos bairros. A cidade teve 20 pontos de alagamento, 15 deslizamentos de terra, 10 quedas de árvores e cinco desabamentos de imóveis. Cerca de 100 pessoas ficaram desalojadas e foram levadas para escolas municipais.

Em Ubatuba, a prefeitura informou que a chuva causou alagamentos em vários bairros, principalmente na região sul da cidade. A cidade teve 10 pontos de alagamento, cinco deslizamentos de terra, cinco quedas de árvores e dois desabamentos de imóveis. Cerca de 50 pessoas ficaram desalojadas e foram acolhidas por parentes ou amigos.

Em Ilhabela, a prefeitura disse que a chuva causou alagamentos em alguns pontos da cidade, mas sem maiores danos. A cidade teve cinco pontos de alagamento, dois deslizamentos de terra, duas quedas de árvores e um desabamento de imóvel. Não há registro de pessoas desalojadas ou desabrigadas.

A previsão do tempo para os próximos dias é de mais chuva no litoral de São Paulo. Segundo o Inmet, a quinta-feira (1º) deve ter céu com muitas nuvens e pancadas de chuva. A temperatura máxima deve ser de 26°C e a mínima de 21°C. A sexta-feira (2) deve ter o mesmo cenário, com céu nublado, pancadas de chuva e trovoadas. O sábado (3) e o domingo (4) devem ter céu nublado, com pancadas de chuva e trovoadas, e temperatura máxima de 27°C e 28°C, respectivamente.

O Inmet recomenda que a população fique atenta aos alertas de tempestade e siga as orientações da Defesa Civil. Em caso de emergência, é importante buscar um local seguro e evitar áreas alagadas, rios, córregos e encostas. Também é recomendado evitar o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada e não se abrigar debaixo de árvores ou estruturas metálicas.

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios