Como anda a segurança digital do seu negócio? – por Marcelo Farinha

Com a adoção de alguns princípios básicos é possível proteger os públicos estratégicos de uma organização de eventuais ataques ou crimes virtuais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Antes mesmo da implementação da Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD – no Brasil, muitas empresas já dedicavam um olhar cuidadoso para a segurança dos dados tratados dentro de suas plataformas digitais. Todavia, com a entrada em vigor da nova lei, cuidar da segurança digital passou a ser ainda mais importante para a sobrevivência de qualquer negócio, já que, além das altas multas previstas pelo não cumprimento da legislação, um vazamento coloca em xeque a credibilidade das organizações e de suas relações com o mercado. Mas como saber se a segurança digital que sua empresa possui é suficiente para proteger sua marca, seus parceiros e seus clientes?

Antes de mais nada, é preciso entender que segurança digital diz respeito a todos os processos e ações que viabilizam a tratativa segura dos dados que transitam pelo ambiente virtual de uma empresa, sejam eles de origem da própria instituição, de seus colaboradores, de seus fornecedores ou dos clientes. Com a adoção de alguns princípios básicos é possível proteger os públicos estratégicos de uma organização de eventuais ataques ou crimes virtuais, mitigando ou mesmo eliminando os riscos de roubo ou sequestro de dados. Mais do que preservar a empresa de ameaças exteriores e invasões inesperadas, a segurança digital deve impedir vazamentos e transtornos para a organização, fazendo-a cumprir o que determina a lei e garantindo a confiança dos usuários e a reputação da marca.

Com a era da hiperconectividade, quando a maior parte das informações circula em dispositivos eletrônicos, o risco de vazamento torna-se ainda mais significativo, merecendo atenção especial. Não são raros os casos em que empresas não possuem nenhum tipo de recurso de segurança o que facilita a ação de criminosos. Mas é importante ressaltar que segurança de dados não é nenhum bicho de sete cabeças. A própria utilização de softwares para proteção de dados tem se mostrado alternativa eficaz para proteger informações e evitar tais vazamentos.

É fato que algumas empresas preferem postergar o investimento, mas é importante considerar que os riscos iminentes a um vazamento de dados são incalculáveis, e podem comprometer seriamente e de forma irreversível a imagem da organização. Para se ter uma ideia da dimensão deste problema, uma pesquisa realizada pelo National Cyber Security Alliance apontou que 25% das pequenas e médias empresas declaram falência após um incidente de proteção de dados. O número é alarmante e nos mostra o quanto a não adequação é prejudicial à sobrevivência de empresas.

Cabe destacar que estar em consonância com a lei, representa, ainda, um diferencial competitivo para as organizações. Isso porque as empresas que não se adequarem em tempo hábil correrão o risco de perder contratos, parcerias, clientes e oportunidades de negócios. Aqui, no Meta3Group, nos orgulhamos de possuir um setor 100% dedicado à LGPD, que trabalha incansavelmente para oferecer soluções de classe internacional sem deixar de lado o atendimento às demandas específicas das empresas nacionais. Nosso time está empenhado em garantir a segurança digital dos negócios para que a relação entre empresa e clientes seja cada vez mais sólida e transparente.

Investir em segurança de dados é urgente, necessário e fundamental para a vitalidade de qualquer empresa, independentemente do porte ou segmento no qual está inserida. Em um contexto em que dados e informações estratégicos passaram a valer ouro, prevenir continua sendo muito mais inteligente que remediar.

Como anda a segurança digital do seu negócio?
Marcelo Farinha é diretor executivo de segurança e compliance do Meta3Group

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas