Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Os animais de estimação na era digital: o que podemos fazer para manter aqueles que amamos seguros

A Kaspersky Lab, em conjunto com a Opeepl, agência de pesquisa, entrevistou 7.765 donos de animais de estimação de 15 países do mundo inteiro* para descobrir como as tecnologias modernas afetam a segurança dos animais. Constatou-se que um quinto dos donos de animais usa algum tipo de dispositivo digital para monitorar ou proteger seu animal doméstico e, para 39%, o uso desses dispositivos acabou gerando um risco para o animal ou seus donos.

No final de maio, a Kaspersky Lab publicou um relatório sobre vulnerabilidades de rastreadores de cães e gatos que permitem que os invasores manipulem informações de localização do animal e até roubem dados pessoais do dono. No decorrer do estudo mais recente, descobriu-se que a utilização de tecnologias e dispositivos digitais nas vidas diárias dos animais não se limita apenas aos rastreadores. Entre as ferramentas conhecidas citadas pelos respondentes estavam webcams para vigiar os animais, smartphones e tablets com jogos projetados para os pets, brinquedos digitais, alimentadores/bebedouros automáticos e muitas outras.

Google Photos lança álbuns de fotos personalizados para pets

Cinco serviços da Google que poucas pessoas usam

Contudo, existe alguma garantia de que um controle de temperatura com defeito não aqueça demais o peixe ou um alimentador automático sem resposta não deixe um gato passar fome? Esses casos podem ser penosos para os animais e as pessoas que cuidam deles. Segundo a pesquisa, por exemplo, metade dos dispositivos usados com animais têm acesso à Internet, o que os torna vulneráveis a ataques cibernéticos. Cerca de 14% dos donos de animais pesquisados informaram que pelo menos um dos dispositivos digitais que usam com seus pets já foram invadidos por hackers. Outros problemas relatados pelos respondentes incluíram o não funcionamento ou avarias no dispositivo. Na grande maioria dos casos, isso causou riscos para a vida do animal (32%), sua saúde (32%), seu bem-estar emocional (23%) e até o bem-estar emocional dos donos (19%).

“A tecnologia torna a vida mais fácil não apenas para as pessoas, mas também para nossos amigos peludos. Com a ajuda da tecnologia, podemos proteger nossos animais de estimação, cuidar e oferecer conforto a eles. Contudo, da mesma forma que qualquer equipamento digital, é importante lembrar os riscos envolvidos: o dispositivo pode quebrar ou ser invadido por um criminoso virtual. Para evitar consequências desagradáveis, é importante implementar medidas de segurança simples antecipadamente, além de ter um plano alternativo, caso ocorra uma falha ou infecção do dispositivo. E, claro, você precisa escolher seu dispositivo digital com atenção, focando o ponto mais importante: a segurança de seu animal de estimação”, diz David Emm, pesquisador-chefe de segurança da Kaspersky Lab.

Os especialistas da Kaspersky Lab sugerem que os donos de animais de estimação e que têm dispositivos móveis sigam algumas regras simples para garantir não só a sua segurança, mas também de seus companheiros:

– Se você é um dono orgulhoso de uma residência inteligente, defina regras de segurança para os animais que vivem nela, como as que um funcionário da Kaspersky Lab tem em sua casa inteligente preparada para os animais (assista ao vídeo aqui);
– Preste muita atenção aos problemas de segurança dos dispositivos conectados antes de comprá-los. Em geral, as informações sobre vulnerabilidades descobertas e corrigidas estão disponíveis online e são fáceis de encontrar. É provável que o dispositivo que você vai comprar já foi analisado por pesquisadores de segurança, e deve ser possível descobrir se os problemas encontrados foram corrigidos. A melhor opção é comprar produtos que já tiveram várias atualizações de software;
– Antes de usar o dispositivo, altere a senha padrão e defina uma nova senha forte;
– Não permita o acesso externo ao dispositivo de fora da sua rede local, a menos que seja uma necessidade específica para usar o dispositivo;
– Desative todos os serviços de rede que não são necessários para usar o dispositivo;
– Atualize regularmente o firmware do dispositivo para a versão mais recente (assim que as atualizações estiverem disponíveis);
– Para vencer os desafios da cibersegurança de dispositivos inteligentes, a Kaspersky Lab lançou uma solução para residências inteligentes e Internet das Coisas, o Kaspersky IoT Scanner. Esse aplicativo gratuito para a plataforma Android verifica a rede Wi-Fi doméstica, informando o usuário sobre os dispositivos conectados e seu nível de segurança.
 
*Somente donos de animais que já usaram pelo menos um smartphone participaram da pesquisa. A pesquisa foi realizada online em maio-junho de 2018. Países incluídos: Singapura, Austrália, Índia, Japão, EUA, Brasil, México, Colômbia, Itália, Países Baixos, Portugal, Bélgica, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Rússia.

Deixe seu comentário

avatar
  Se inscrever  
Notificação de
1
×
Fale agora com nossa equipe!