Acusado de matar ator passa por audiência de custódia

Crime aconteceu há quase três anos

Após ser preso na última segunda-feira (16), Paulo Cupertino Matias passará por uma audiência de custódia nesta terça (17). O empresário passou a última noite no 77º DP, e hoje terá seu próximo Centro de Detenção Provisória definido.

O empresário foi encontrado quase três anos depois da morte de Rafael Miguel e de seus pais. Condenado por triplo homicídio duplamente qualificado, ele teria assassinado a família porque não aceitava o namoro de sua filha, Isabel Tibcherani, de 18 anos, com o ator.

Policiais da 6ª Seccional fizeram a prisão e encaminharam o suspeito para o 98º Distrito Policial, no Jardim Miriam, zona sul de São Paulo. Cupertino foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito e depois foi para a Divisão de Capturas, no prédio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no centro da capital paulista.

Quando chegou na sede do DHPP, o empresário afirmou: “Eu sou inocente. Não matei ninguém.” As mortes aconteceram no dia 9 de junho de 2019.

Rafael era conhecido por ter interpretado o personagem Paçoca na novela “Chiquititas” e trabalhado em um comercial em que uma criança pede brócolis à mãe. Ele também atuou em novelas como por exemplo “Pé na Jaca”, “Cama de Gato” e o especial de fim de ano “O Natal do menino imperador”.

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.