Bandidos rendem escolta e roubam R$ 400 mil em componentes para celulares

PRF localizou carregamento e prendeu um suspeito

Agentes que faziam a escolta de uma carga de componentes importados para fabricação de celulares foram rendidos por assaltantes e o carregamento, avaliado em R$ 400 mil, foi roubado. O crime aconteceu no começo da noite de ontem (12).

Após o crime, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi alertada pela empresa que faz o rastreamento do veículo. A informação repassada aos policiais era de que o caminhão “deveria estar descarregando naquele momento em Pouso Alegre”, mas “havia sido localizado fora de rota pela rastreadora, informando posição entre Atibaia e Mairiporã”, na região metropolitana da Capital.

Viatura da Polícia Rodoviária Federal ao lado do caminhão. Agente da PRF, com arma longa, aparece olhando o caminhão, sobre a faixa de pedestres.
(PRF/Reprodução)

Equipes da PRF conseguiram localizar o veículo. “A equipe diligenciou pelo trecho e, já nas proximidades da praça de pedágio de Mairiporã, no KM 65 da Rodovia Fernão Dias, obteve sucesso em encontrar o veículo sendo conduzido por uma pessoa diferente da informada pela empresa”, diz a PRF, em nota.

O suspeito, foragido da Justiça, de 43 anos, confessou participação no crime e foi preso em flagrante. Segundo a PRF, ele já tinha passagens pela polícia por roubo, formação de quadrilha e receptação.

Escolta

Após a recuperação do veículo, a PRF recebeu a informação, vinda da Polícia Militar de Minas Gerais, de que o carro da escola havia sido localizado. Porém, os agentes que faziam a segurança do caminhão ainda estavam desaparecidos.

“Testemunhas visualizaram dois veículos de grande porte (SUV) renderem a escolta e subtraírem coletes e armas de fogos dos ocupantes”, afirma a nota.

O verdadeiro motorista do caminhão, também feito refém, e os agentes da escolta foram localizados logo depois. A polícia civil investiga o caso.

A carga foi devolvida ao proprietário. Os outros integrantes da quadrilha estão foragidos.

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.