Cinco são presos tentando resgatar detento do Comando Vermelho

Ação aconteceu no Paraguai, onde o traficante do CV está preso
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Douglas Correa/Agência Brasil

Arsenal que seria usado pela quadrilha durante o resgate do preso (Senad do Paraguai/Reprodução)

A Polícia Federal (PF), em conjunto com a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai prendeu, em Assunção, cinco traficantes brasileiros que planejavam resgatar Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto. Líder do Comando Vermelho, é apontado como um dos principais fornecedoras de armas e drogas no país.

Marcelo Piloto era um dos homens mais procurados no Brasil. Em dezembro do ano passado, ele foi preso em Encarnación, no Paraguai.

A operação que deteve a quadrilha brasileira, formada por quatros homens e uma mulher, ocorreu ontem (4) em três casas na capital paraguaia. De acordo com a PF, a operação foi bem-sucedida porque houve cooperação na troca de informações entre os dois países. Nos imóveis alugados pela quadrilha, foram encontradas muitas armas e munições.

A Polícia Federal reforçou, a importância da atuação integrada das polícias da América do Sul no combate à criminalidade transnacional.

Segundo os policiais federais, têm sido adotadas medidas para o incremento de integração a partir do Centro de Cooperação Policial Internacional, instalado na Superintendência da PF, no Rio de Janeiro.

O centro conta com  a participação das polícias da Colômbia, do Peru, da Bolívia, do Paraguai e da Argentina.

Túnel

Na última terça-feira (2), a polícia do Paraguai prendeu quatro pessoas, uma delas brasileira, após descobrir um túnel perto da prisão de Pedro Juan Caballero, no Departamento de Amambaí, perto da fronteira com o Brasil.

Ele seria utilizado para resgatar 80 integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas