Contraventor é morto a tiros ao desembarcar de helicóptero

Fernando Iggnácio era genro do bicheiro Castor de Andrade
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Fernando Iggnácio (Reprodução)

O contraventor Fernando Iggnácio foi assassinado, nesta terça-feira (10), no Rio de Janeiro. Ele foi baleado logo após chegar de helicóptero a um heliponto, no Recreio dos Bandeirantes.

Agentes da Delegacia de Homicídios (DH) foram enviados ao local do crime. Iggnácio foi atingido na cabeça e morreu na hora. Ele era genro do falecido bicheiro Castor de Andrade.

A morte de Iggnácio, que já esteve preso no Complexo Prisional de Bangu, é mais um crime ligado à disputa pelos negócios ilegais no ramo de jogos clandestinos.

Antes de morrer, em 1997, Castor de Andrade decidiu dividir seu império criminoso entre o sobrinho Rogério Andrade, que ficou com as bancas de jogo do bicho, e o genro Iggnácio, que ficou com os jogos eletrônicos ilegais de máquinas caça-níqueis.

Porém, os dois nunca se entenderam e a disputa gerou uma série de assassinatos, inclusive um atentado à bomba no carro de Rogério Andrade, em 2010, que acabou matando seu filho.

Por Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas