De São Paulo para o Rio: PRF encontra maconha escondida em camas

O motorista do caminhão, de 53 anos, foi preso em flagrante.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Douglas Corrêa/Agência Brasil

(Agência PRF/Reprodução)

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam hoje (3) uma tonelada de maconha prensada durante uma fiscalização na Rodovia Presidente Dutra (BR-116), em Vigário Geral, zona norte do Rio de Janeiro. A droga estava escondida dentro de camas transportadas por um caminhão tipo baú. A droga seria entregue em comunidades da zona norte controladas pelo tráfico de drogas.

Equipes da PRF faziam uma blitz na altura do Trevo das Margaridas, na saída da Via Dutra, quando mandaram o motorista de um caminhão tipo baú parar para ser vistoriado. O motorista desobedeceu a ordem e iniciou uma fuga em direção à Avenida Brasil. Depois de colidir na mureta da pista lateral, o homem pulou do veículo em movimento e correu na direção de um matagal. O motorista foi alcançado e apresentava diversas escoriações pelo corpo por causa da queda.



Em uma consulta aos sistemas de segurança pública, os policiais verificaram que o motorista já havia sido preso por estelionato e porte ilegal de arma. Logo em seguida, durante uma revista, foram encontrados os tabletes de maconha. O entorpecente estava escondido dentro de camas. O motorista, de 53 anos, confessou que trazia a droga de São Paulo para ser entregue na zona norte do Rio. A maconha abasteceria comunidades da região.

O caso foi encaminhado à Superintendência Polícia Federal, onde o motorista foi indiciado por tráfico de entorpecentes e encaminhado para um presídio do estado, onde ficará à disposição da Justiça Federal, aguardando julgamento.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas