Empresário atira na esposa em estacionamento de shopping

Mulher foi internada e passou por cirurgia
(Reprodução)

Uma discussão acabou com esposa baleada e o marido morto, no início da noite de ontem (29), no subsolo do Mauá Plaza Shopping, localizado na esquina das Avenidas Mário Covas Júnior e Antônia Rosa Fioravanti, no Jardim Rosina. De acordo com a Polícia Militar, o casal de empresários estava dentro de um automóvel.

Johnny da Silva Rodrigues, 28 anos, e a mulher, de 30, estavam juntos havia pelo menos 11 anos. Segundo a PM, eles possuem uma empresa em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, especializada na instalação de placas de vidros em sacadas de edifícios e residências.

Notíciasrelacionadas

O casal estava passando por uma crise há uma semana e tinha programado uma viagem para o Litoral Paulista, nesta quinta-feira, sem os filhos. Um pastor, amigo dos empresários, foi até o shopping para tentar ajudar na reconciliação antes da viagem. É ele o homem que aparece no circuito de segurança do lado de fora do Jaguar e que corre após os tiros deferidos pelo empresário.

Johnny atirou no pescoço da esposa e depois contra a própria cabeça. Funcionários que estavam no local entraram em desespero e acionaram o SAMU, mas o casal foi socorrido imediatamente por uma ambulância do próprio shopping e encaminhado ao Hospital de Clínicas Doutor Radamés Nardini. O marido não resistiu e acabou morrendo.

Já a esposa foi submetida a uma cirurgia e continua internada, mas não se tem informações sobre o estado de saúde dela. A arma usada no crime, uma pistola Taurus calibre 380, está registrada no nome de uma empresa de segurança, mas pertencia ao empresário.

O casal, de acordo com uma publicação em uma rede social da esposa, estava junto desde 25 de dezembro de 2.009 e tem um filho pequeno. Natacha também é mãe de uma adolescente, fruto de um relacionamento anterior. Ainda não se sabe também o que teria motivado o crime. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Mauá, pelo delegado Aldo Marcos Lourenço Ferreira como “feminicídio tentado, suicídio consumado e violência doméstica.”

*Com informações de Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

Veja esta e outras notícias no canal do Youtube do repórter Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu concordo com os Termos e Condições e Política de Privacidade.

Notícias relacionadas

Orelhas & Tiaras

Mais - recentes

São Paulo