Investigador é apontado como informante do tráfico

Agente recebia propina em troca de informações aos traficantes.

Denunciado pelo promotor de Justiça Leonardo Bellini de Castro por crimes de corrupção passiva e colaboração para o tráfico de drogas, o investigador de polícia Marcelo Florêncio, que atuava na comarca de Pirangi, foi preso preventivamente. O pedido de prisão também foi apresentado à Justiça pela Promotoria.

De acordo com a denúncia, Florêncio ocupava o cargo de investigador na Delegacia de Polícia de Vista Alegre do Alto quando recebeu, em duas oportunidades, o valor de R$ 2 mil como propina em troca de atuar como informante de um grupo dedicado ao tráfico de drogas na região.

Notíciasrelacionadas

Os fatos chegaram ao conhecimento das autoridades quando um veículo contendo entorpecentes, dinheiro e celular foi apreendido em Vista Alegre do Alto. Quando o automóvel foi vasculhado, foi encontrado um comprovante de depósito no valor de R$ 1 mil tendo Florêncio como beneficiado.

O celular encontrado era de titularidade de Eduardo dos Reis Oliveira, também denunciado pela Promotoria. O acesso aos dados do aparelho revelou que Florêncio havia sido cooptado como informante da organização criminosa integrada por Oliveira.

O promotor pediu ainda a prisão preventiva de Oliveira.

*conteúdo MP-SP

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu concordo com os Termos e Condições e Política de Privacidade.

Notícias relacionadas

Orelhas & Tiaras

Mais - recentes

São Paulo