Médica cubana é morta pelo marido a golpes de chave de fenda em Mauá, na Grande São Paulo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

O crime ocorreu no final da tarde deste domingo(3) na residência do casal, na Rua Francisco Iniesta Spinosa, 51, no Jardim Olinda.

De acordo com a Polícia Militar, o vigilante Adailton Gonçalves, de 45 anos, teve uma discussão com a esposa, a médica Laydes Sossa Gonçalves, de 38, por motivos ainda desconhecidos. Durante a briga, o vigia desferiu vários golpes na mulher usando uma chave de fenda.

Em seguida, ao notar que a vítima já estava morta, colocou o corpo em seu veículo, um Volkswagen Fox vermelho, e seguiu até uma área de chácaras, na Estrada dos Fernandes, em Ribeirão Pires, cidade vizinha. Gonçalves jogou o corpo na mata, às margens da estrada e pegou o caminho de volta para casa.

Parentes da médica já haviam acionado a Polícia Militar sem saber que Laydes já estava morta, e forneceram a placa do carro do vigilante. Durante o patrulhamento pela região, uma equipe de policiais conseguiu localizar o Fox.

Na abordagem, os militares perceberam que havia várias manchas de sangue no interior do carro e questionaram o motorista, que confessou o crime. Gonçalves conduziu os PMs até o local onde havia abandonado o corpo.

O vigilante foi conduzido ao 1º Distrito Policial de Mauá e autuado em flagrante pelo crime de feminicídio. O casal tem um filho, de um ano cinco meses, que agora vai ficar aos cuidados de parentes.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas