Médico é preso por suspeita de estupro em hospital

Perícia tenta encontrar vestígios do crime nas sala onde abuso teria ocorrido

Um médico do Hospital Municipal Doutor Alípio Correa Netto foi preso por agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM), na noite de ontem (14), suspeito de estuprar uma auxiliar de limpeza. De acordo com as informações iniciais, a mulher, de 34 anos, estava realizando o trabalho de limpeza dos quartos quando teria sido atacada.

A vítima disse à polícia que ainda tentou resistir à investida do agressor, mas acabou sendo estuprada. Após o ato, o médico teria ejaculado no vaso sanitário para não deixar vestígios de sêmen.

Notíciasrelacionadas

Depois de sofrer a violência sexual, a mulher procurou a encarregada do turno e relatou o que havia acontecido. Identificado, o médico foi detido posteriormente pela GCM e encaminhado à 7ª Delegacia de Defesa da Mulher,  que fica no mesmo prédio do 32º Distrito Policial, de Itaquera.

A vítima tem três filhos e esta grávida de um mês. O delegado responsável pelo caso ouviu o depoimento da auxiliar de limpeza e seguiu para o hospital, a fim de acompanhar o trabalho da pericia, que iria tentar colher possíveis vestígios de sêmen no banheiro.

Por Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu concordo com os Termos e Condições e Política de Privacidade.

Notícias relacionadas

Orelhas & Tiaras

Mais - recentes

São Paulo