Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Motorista de aplicativo é suspeito de cinco estupros

Homem teria agido na Capital e várias cidades da Grande SP.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Delegacia da Polícia Civil de Santa Isabel, na Grande São Paulo (Google Street View)

Um motorista de aplicativo, de 27 anos, foi detido na noite desta quinta-feira (27) pela equipe de investigadores do Distrito Policial do município de Santa Isabel, na Grande São Paulo. Ele é apontado como autor de pelo menos cinco estupros contra mulheres, incluindo duas adolescentes, quatro deles ocorridos nos últimos dois meses.

De acordo com a Polícia Civil, o criminoso atuava sempre da mesma forma. Trabalhando como motorista para aplicativos de transportes, ele atendia aos chamados e agia normalmente. Ao final da corrida, quando se mostrava atencioso, ele oferecia à passageira o número do telefone celular para que, em uma necessidade, entrasse em contato diretamente com ele. Quando a passageira ligava para contratar uma segunda corrida, ele realizava os ataques.

Até agora, a Polícia diz que confirmou o envolvimento do suspeito nos cinco casos. O primeiro foi em fevereiro de 2017, e a vítima, uma mulher de 35 anos, contatada por ele pelo Facebook, foi agredida e violentada no local onde ele morava na época, no município de Santo André.

Motorista de aplicativo

Reportagem exibida no canal do Youtube do repórter da rádio Jovem Pan Paulo Édson Fiore

Após este crime, ele voltou a atacar em 17 de julho deste ano, já como motorista de aplicativo. Na data, a vítima, de 36 anos, após fazer uso dos serviços dele, decidiu contratar uma corrida da Zona Sul de São Paulo até Minas Gerais. Ele pegou a passageira, mas, no caminho, em Santa Isabel, levou-a para uma estrada, onde a espancou e violentou. Além disso, ficou com o cartão bancário dela, com o qual realizou dois saques, totalizando mil e 700 reais.

Após ser libertada, a vítima procurou a Polícia, onde recebeu atendimento e prestou a queixa. Outros dois ataques do criminoso foram registrados após isso.

Um deles ocorreu dez dias depois, em 29 de julho, e teve como alvo duas adolescentes, de 16 e 17 anos, no município de Ferraz de Vasconcelos, zona Leste da Capital.

O crime mais recente foi no último sábado, na Cohab de Itaquera, quando ele agrediu e estuprou uma jovem de 22 anos. O motorista de aplicativo acabou sendo identificado pelos agentes da delegacia de Santa Isabel e preso próximo da casa onde morava atualmente, na região de Lajeado, Zona Leste da Capital.

Prisão

Na noite desta quinta-feira, com as informações e endereços e munidos de mandado de prisão preventiva, os policiais fizeram uma campana e identificaram o carro do suspeito, que, ao ser abordado, transportava duas passageiras. Depois de liberar as mulheres, os agentes detiveram o criminoso, que foi levado para Santa Isabel, onde a captura foi registrada.

Durante a madrugada, o criminoso foi transferido para o Primeiro Distrito Policial de Guarulhos, onde permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil acredita que, com a divulgação da prisão, outras vítimas do estuprador irão aparecer.

Com informações de Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas notícias

Podcast
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest