Polícia prende 43 pessoas durante feriadão de Ano Novo

Mais de 80 quilos de droga foram apreendidos em rodovias
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Militar Rodoviária prendeu 43 pessoas, sendo 35 em flagrante, durante a Operação Ano Novo 2021/2022, deflagrada entre os dias 30 de dezembro e 2 de janeiro nos mais de 22 mil quilômetros de rodovias estaduais. Mais de 80 quilos de diferentes tipos de drogas também foram apreendidos durante a ação, que teve como objetivo prevenir crimes e promover a segurança da população. 

Durante a operação, o policiamento rodoviário permaneceu em regime especial de trabalho, com 100% do efetivo e todos os recursos técnicos e operacionais disponíveis. Mais de 3,5 mil militares foram distribuídos de forma estratégica ao longo de toda a malha viária estadual. Os policiais contaram com o apoio de mais de 800 viaturas e Bases Operacionais, além de câmeras para monitoramento, etilômetros, radares (portáteis e móveis), entre outros equipamentos. 

(Arquivo/Nivaldo Lima/SP Agora)

Também integraram os trabalhos equipes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Concessionárias de Rodovias, Agência de Transporte do Estado de São Paulo – ARTESP e outros parceiros.

Como resultado da operação, foram elaboradas 41.086 autuações por infrações de trânsito, sendo 15.782 por excesso de velocidade, 7.818 por não uso do cinto de segurança e outros dispositivos de retenção, 1.084 por dirigir sob a influência de álcool ou recusa ao teste do etilômetro e 1.076 por ultrapassagens em locais proibidos, além de outras.

Durante as atividades, 23.154 motoristas foram submetidos aos testes de alcoolemia e 14 conduzidos à polícia judiciária pelo crime de embriaguez ao volante.

Por SSP

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *