Preso suspeito de matar mãe e filho de três meses

Homem acusado de matar mãe e filho foi preso pela PM em Paulínia

Kelber Henrique Pereira, de 28 anos, suspeito de matar mãe e filho de três meses foi preso no interior de São Paulo. O crime praticado contra a mulher dele, de 23 anos, e o filho do casal aconteceu na última segunda-feira (25) em Blumenau, Santa Catarina. De acordo com o delegado Ronnie Esteves, ele foi detido pela Polícia Militar em Paulínia.

“Recebemos a informação que Kelber será encaminhado a Campinas (SP) para participar da audiência de custódia. Posteriormente, ficará na cadeia pública. A partir daí, iremos tratar da possibilidade de ouvi-lo ou trazê-lo a Blumenau”, disse o delegado.

A suspeita é de que Jéssica Mayara Ballock e o filho dela, Théo Pereira, tenham sido assassinados pelo homem dentro do apartamento em que moravam. A polícia foi chamada para ir até o local na manhã de segunda-feira (25) e encontrou os corpos com ferimentos na garganta.

Jéssica Mayara Ballock sorri para foto com o filho no colo. Bebê aparece com a mãozinha na boca.
Jéssica Mayara Ballock com o filho no colo (Rede Social/via TV Cultura)

De acordo com o Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar (Baep), o homem saiu de Blumenau, passou por Minas Gerais, foi para Bragança Paulista (SP) e seguiu para Paulínia (SP).

Ainda segundo o Baep, o homem confessou os assassinatos, mas não falou sobre motivação. “Ele confessou para nós que havia cometido um duplo homicídio contra sua esposa e seu filho de três meses. Ele só se recorda que ingeriu drogas e álcool e não se recorda qual objeto ele utilizou para cometer o crime. Ele disse somente que amava muito a esposa e a criança”, disse o sargento da Polícia Militar Rodrigo Domingos Chagas.

O casal tinha outro filho, um menino de 1 ano e 10 meses, que foi deixado por Kelber com os pais dele, em Minas Gerais, durante a fuga. Segundo a polícia, a criança está bem. O homem foi levado para a Delegacia de Paulínia, onde prestou depoimento.

Ele vai passar por audiência de custódia em Campinas, São Paulo, nesta quarta-feira (27) e deve ser encaminhado para Blumenau na sequência. A Polícia Civil vai investigar se alguém ajudou o suspeito durante a fuga e continuar apurando a motivação do crime.

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.