Recompensa de R$ 50 Mil Pra quem Ajudar a Esclarecer Morte de Vitória Gabrielly

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, determinou o pagamento de até R$ 50 mil para quem fornecer informações que levem à identificação do responsável pela morte de Vitória Gabrielly Guimarães Vaz.

O caso é investigado pela Delegacia de Araçariguama, que analisa imagens e realiza oitivas e diligências para identificar e prender os autores.

A estudante, de 12 anos, desapareceu no dia 8 de junho e o corpo foi localizado no dia 16, na Estrada da Aparecidinha, bairro Caxambu, em Araçariguama. O caso segue em investigação pela Delegacia de Araçariguama.

Segundo informações divulgadas pela TV TEM, afiliada à TV Globo, em Sorocaba, os primeiros resultados de exames do Instituto de Criminalística indicam que a garota foi morta por asfixia, já que foi encontrada com uma meia na boca. A principal linha de investigação é a de vingança.

O delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel disse que “se foi [o crime] por engano, quem seria o alvo correto?”.

O programa de recompensas paulista foi criado em 2014. A resolução determinando o pagamento da recompensa nesse caso será publicada no Diário Oficial do Estado.

Como denunciar

A resolução SSP 28, de 3 de fevereiro de 2017, que dispõe sobre o Programa Estadual de Recompensa, retificada em 02 de março de 2017, prevê que as denúncias poderão ser feitas de três formas distintas:

1.         diretamente à autoridade policial competente por qualquer meio idôneo, como e-mail, carta, telefone e/ou pessoalmente, observado o dever de sigilo em relação aos dados do denunciante;

2.         via Disque Denúncia, pelo telefone 181, serviço instituído em 2000 e que possui equipe treinada, com um rigoroso padrão de atendimento de segurança e sigilo;

3.         por meio do acesso ao Web Denúncia, que conta com dupla criptografia de dados para proteger o anonimato do denunciante. Ao final do processo recebe um número de protocolo e uma senha para acompanhar anonimamente o andamento da denúncia. Por meio de um número de cartão bancário virtual, possibilita ao denunciante fazer o resgate total ou parcial da recompensa em qualquer caixa do Banco do Brasil.

Os recursos para o Programa de Recompensa são do Fundo de Incentivo à Segurança Pública (Fisp), que é administrado pela Secretaria da Segurança.

Em qualquer das modalidades acima, a prova de uma denúncia eficaz será feita por meio de relatório, apreciado pelo secretário, que analisará o grau de eficiência. Esse valor poderá contemplar mais de uma denúncia. O valor máximo pago pelo programa é de R$ 50 mil.

(com informações da SSP) (atualizado às 14:23)

Leia também:

Médico que Diagnosticou Câncer em Criança com Dor de Garganta é Condenado

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas - notícias

Orelhas & Tiaras

Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Podcast

SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
As últimas notícias de São Paulo e do Brasil.
As manchetes dos principais jornais do país
by SPAGORA

Você vai ouvir na voz do repórter Paulo Édson Fiore as manchetes dos principais jornais brasileiros.

As manchetes dos principais jornais do país
Comandante da PM afasta policial após ele apreender carro de vereadora
As manchetes dos principais jornais do país