Sargento do exército é executado a tiros

Sargento estava afastado do trabalho para tratamento de saúde.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Vinícius Lisboa/Agência Brasil

Sargento estava afastado das atividades para tratamento de saúde (Facebook/Reprodução)

O segundo sargento Gilson Alberto de Souza Amaral foi assassinado a tiros na madrugada deste domingo (26) no bairro de Austin, em Nova Iguaçu, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Por meio de nota, a Polícia Militar confirmou que foi acionada por volta de 3h30 para verificar a ocorrência.

Os policiais militares acionaram a Polícia Civil, que iniciou um processo de investigação e identificou a vítima. Segundo a assessoria de imprensa da polícia, a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense descartou a hipótese de que o crime tenha sido um latrocínio – roubo seguido de morte. 

Ao identificar a vítima, a Polícia Civil informou também que o militar foi preso recentemente em flagrante por porte de arma de fogo de uso restrito.

O Comando Militar do Leste emitiu uma nota lamentando a morte do sargento e informando que ele estava afastado de todas as suas funções desde março de 2017, para realização de tratamentos de saúde.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas