Suspeito de ameaça ao consulado chinês é alvo de buscas da PF

Policiais apreenderam computadores e aparelhos celulares.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Federal (PF) deflagrou, hoje (24), a Operação Pronta Resposta, para investigar ameaça de ataque terrorista contra o Consulado da República Popular da China em São Paulo. Em nota, a corporação esclareceu que um representante do escritório recebeu um e-mail com a intimidação, em que o remetente exigia o fechamento imediato do local e informava que, se não fosse atendido, iniciaria as investidas no endereço, já a partir desta segunda-feira (24).

O representante do consulado procurou a PF na sexta-feira (21). Com a urgência do caso, a corporação mobilizou agentes para localizar o suspeito de fazer a ameaça e, durante o plantão do final de semana, cumpriu mandados de busca e apreensão na residência do investigado, informa a PF na nota.

“Foram apreendidos computadores e aparelhos celulares em busca da motivação do crime e da eventual participação de outros envolvidos”, disse a corporação.

Atuaram na operação, o Grupo de Repressão à Crimes Cibernéticos e o Grupo de Pronta Intervenção.

Por Letycia Bond – Repórter da Agência Brasil 

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas