Suspeito de tráfico internacional é preso em mansão na praia

Polícia Civil de São Paulo apreendeu helicóptero e lancha.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap (Reprodução)

A Polícia Civil de São Paulo prendeu hoje (15), o traficante internacional André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap. O homem foi localizado em uma mansão, na cidade em Angra dos Reis, no Estado do Rio de Janeiro.

André do Rap é apontado como um dos principais líderes do tráfico de drogas do Brasil e comandava a conexão de entorpecentes para a Europa, via Porto de Santos, no litoral sul de São Paulo. A droga era enviada para a Calábria, na Itália, e de lá distribuída para todo o continente europeu.

Durante diligências, uma equipe da Divisão Antissequestro do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope) encontrou o suspeito junto com outros dois criminosos – todos procurados pela Justiça por tráfico internacional de entorpecentes.

Lancha apreendida pelos policiais (Reprodução)

Com o trio, foi apreendido um helicóptero, avaliado em cerca de R$ 7 milhões, uma lancha Azimut, de 60 pés, avaliada em aproximadamente em R$ 6 milhões, e um veículo, modelo Tucson.

“O trabalho de busca por esses criminosos começou há cerca de três meses”, explicou o delegado Fábio Pinheiro Lopes, da Divisão Antissequestro do Dope.

A investigação contou com o apoio de agentes internacionais, da Itália e dos Estados Unidos.

O traficante foi encaminhado à sede do Dope, onde prestará depoimento. As investigações prosseguem para localizar e prender outros criminosos envolvidos com o tráfico de entorpecentes. “A partir de agora, iremos apurar eventuais outros crimes que eles estejam envolvidos”, finalizou o delegado.

*com informações do Governo do Estado de SP

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas