Vítima de sequestro relâmpago é libertada e bandidos são presos

Polícia Militar identificou o carro e conseguiu salvar a vítima
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Jovem Pan/Reprodução)

A Polícia Militar (PM) prendeu três suspeitos de render e manter uma pessoa refém durante um sequestro-relâmpago no Jardim Umuarama, em Osasco, na Grande São Paulo. A vítima, de 34 anos, foi dominada pelos ladrões na noite dessa quinta-feira (8) na Avenida Presidente João Goulart, ao reduzir a velocidade do carro, um Hyundai HB20 preto, em um semáforo fechado.

Os desconhecidos, um deles armado com um revólver, pularam na frente do veículo e anunciaram o assalto. Dois ocuparam o banco de trás, e o terceiro, com a arma, sentou no banco do passageiro. Eles obrigaram o condutor a seguir em frente.

A intenção era efetuar saques com os cartões do refém em caixas-eletrônicos. Mas a PM, acionada por outro motorista que também fora abordado pelos mesmos criminosos, já havia alertado as equipes em patrulhamento na área.

Uma delas acabou cruzando com o veículo ocupado pelos suspeitos. Assim que perceberam a aproximação dos policiais, os criminosos obrigaram a vítima a acelerar. A perseguição durou cerca de cinco quilômetros e terminou na Avenida Manoel de Nóbrega, junto à Avenida Martin Luther King, no Jardim Adalgiza.

Ali,  o motorista perdeu o controle da direção e bateu o carro contra uma pilha de entulhos de uma obra da Sabesp. Os suspeitos foram detidos, e a vítima, libertada ilesa. Os ladrões, todos maiores de idade, um deles foragido da Justiça, foram autuados em flagrante.

*Com informações de Paulo Édson Fiore

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas