Mundo

Presidente da Bolívia denuncia golpe militar

Tentativa de golpe foi liderada por ex-comandante do Exército, afastado após ameaçar ex-presidente Evo Morales.

O presidente da Bolívia, Luis Arce, denunciou uma tentativa de golpe de Estado na tarde desta quarta-feira (26). Tanques e soldados armados das Forças Armadas da Bolívia foram vistos cercando a praça central da capital La Paz e invadindo o palácio presidencial. O ex-presidente Evo Morales ecoou as preocupações de Arce, acusando o ex-comandante do Exército, General Juan José Zuñiga, de estar por trás da mobilização.

Forças Armadas cercam palácio presidencial em tentativa de golpe de Estado(RS via Fotos Publicas)

O presidente boliviano Luis Arce classificou as ações como “mobilizações irregulares”. O ex-presidente Evo Morales definiu a situação como “tentativa de golpe de Estado”.

“Convocamos uma mobilização nacional para defender a democracia diante do golpe de Estado que o general Zuñiga está gestando. Não permitiremos que as Forças Armadas violentem a democracia e amedrontem o povo”, escreveu Morales em suas redes sociais.

Em entrevista a uma televisão local, o general Juan José Zuñiga afirmou que um novo gabinete de ministros será formado e que “as coisas vão mudar” no país.

Siga nosso canal no Whatsapp

“Os três chefes das Forças Armadas vieram expressar a nossa consternação. Haverá um novo gabinete de ministros, certamente as coisas vão mudar, mas o nosso país não pode continuar assim”, disse o general.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) condenou a movimentação e pediu respeito à democracia. O Itamaraty, em nota, afirmou que “está atento ao que está ocorrendo na Bolívia”.

5 1 vote
Avaliar artigo
Se inscrever
Notificar de
Os comentários são de responsabilidades de seus autores e não representa a opinião deste site.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
0
Está gostando do conteúdo? Comente!x
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios