Após internação e exames, Bruno Covas está ‘muito bem’

Prefeito de São Paulo faz tratamento contra o câncer.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, internado desde a noite de segunda-feira (29) no Hospital Sírio-Libanês, recebeu alta médica hoje (1º), após ser submetido a mais uma sessão de imunoterapia, parte de um tratamento que faz contra o câncer.

(Reprodução)

Segundo boletim médico do hospital, o prefeito “encontra-se clinicamente muito bem, apto a realizar suas atividades pessoais e profissionais sem maiores restrições”. Além da imunoterapia, Covas passou por uma bateria de exames como endoscopia, ressonância nuclear magnética e PET/Scan.  

Bruno Covas faz tratamento contra um câncer. Em outubro do ano passado, ele foi diagnosticado com adenocarcinoma, um tipo de câncer na região de transição do esôfago para o estômago, além de uma metástase no fígado e uma lesão nos linfonodos. Após o diagnóstico, Covas iniciou um tratamento de quimioterapia, que durou quatro meses.

Em fevereiro deste ano, exames demonstraram regressão da lesões esôfago-gástrica e hepática, mas uma biópsia detectou que o câncer nos linfonodos ainda persistia, e os médicos decidiram então iniciar uma nova fase de tratamento, baseado em imunoterapia, uma estratégia que permite ao próprio sistema imune do paciente combater a doença.

Exames feitos pelo prefeito em abril deste ano demonstraram controle da lesão em linfonodos.

No dia 13 de junho, o prefeito foi diagnosticado com o novo coronavírus, mas sem apresentar sintomas. Na última quarta-feira (24), após cumprir quarentena em sua casa, ele pôde retomar suas atividades.

Por Elaine Patrícia Cruz – Repórter da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas