Capital aplicará 3ª dose contra covid-19 em professores a partir do dia 16

Vacinação de professores começa com a faixa etária entre 40 e 59 anos

Profissionais da educação da cidade de São Paulo poderão receber a terceira dose da vacina contra a Covid-19 a partir da próxima terça (16). O anúncio foi feito pela Secretaria Municipal da Saúde na noite desta quinta-feira (11).

Para receber a dose adicional é preciso um intervalo mínimo de seis meses desde a aplicação da segunda dose, independentemente do fabricante. O reforço vai ser feito com o imunizante da Pfizer, segundo a administração municipal.

(Pref. de São Paulo)

A aplicação terá início com professores e profissionais de educação de escolas municipais, estaduais e particulares entre 40 e 59 anos. A partir de 22 de novembro, será a vez daqueles com idade entre 18 e 39 anos.

Os profissionais da educação deverão apresentar, em qualquer posto de vacinação, um documento que comprove o vínculo empregatício na rede de ensino.

Com o anúncio, os professores se juntam a outros grupos profissionais que já estão aptos a receber a dose de reforço, como profissionais da Guarda Civil Metropolitana (GCM), sepultadores e fiscais das subprefeituras.

Também podem receber a dose adicional na capital pessoas que se vacinaram com duas doses de CoronaVac há mais de 28 dias e tenham viagem marcada para um país que não aceita o imunizante.

Por TV Cultura

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.