Capital reforça importância da vacina contra covid-19 para adolescentes entre 12 a 14 anos

Idosos acima de 90 anos imunizados há mais de seis meses já podem receber a terceira dose
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Nesta sexta-feira (10), a cidade de São Paulo continua a vacinação contra a Covid-19 de adolescentes de 12 a 14 anos sem comorbidades. Eles devem ser acompanhados pelo responsável no momento da vacinação. Se isso não for possível, será necessário estar com um adulto e apresentar uma autorização assinada pelo responsável.

É obrigatório, no momento da imunização, apresentar comprovante de residência da capital e um documento de identificação.

Além disso, idosos acima de 90 anos que tenham tomado a segunda dose ou a dose única há, pelo menos, seis meses podem receber a terceira dose da vacina contra a doença.

Os adolescentes receberão apenas imunizantes da Pfizer, a única vacina autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a ser aplicada nesta faixa etária.

Toda a rede estará em operação para a vacinação: 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs); megapostos com acesso a pedestres, postos que funcionam exclusivamente em sistema drive-thru e a rede de farmácias parceiras. A vacina também está disponível nas AMAs/UBSs Integradas, unidades do Serviço de Atenção Especializada (SAE) e nos Centros de Saúde. Confira a lista completa dos endereços aqui.

Pelo Filômetro, é possível acompanhar em tempo real a situação de espera nos postos de vacinação que estão em funcionamento na cidade.

‘Xepa’

As doses remanescentes das vacinas contra a Covid-19 serão destinadas, prioritariamente, como terceira dose a pessoas imunossuprimidas com mais de 18 anos que tomaram a segunda dose ou dose única há pelo menos 28 dias.

O segundo grupo que pode se inscrever para a “xepa” é composto por idosos de 60 anos ou mais que já tomaram duas doses da vacina há pelo menos seis meses e, assim, estão aptos para tomar a dose de reforço contra a doença.

Também pode ser contemplado pela “xepa” quem tiver mais de 18 anos e tiver tomado a primeira dose da AstraZeneca ou da Pfizer há pelo menos 30 dias. No caso da CoronaVac, é preciso ter tomado a primeira dose há, no mínimo, 15 dias.

Para se inscrever na lista da “xepa” é necessário apresentar comprovante de residência no município. As inscrições podem ser realizadas durante o horário de funcionamento das UBSs, e o chamamento é realizado por ordem de inscrição.

Por TV Cultura

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas