Capital vacina contra a Covid-19 pessoas de 27 anos anos nesta quarta-feira (4)

Na quinta (5) será a vez de quem tem 26 anos e, na sexta (6), está liberada a vacinação para o grupo de 25 anos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), inicia a vacinação contra a Covid-19 para os munícipes de 27 anos nesta quarta-feira (4). O público estimado é de 146.031 pessoas.

Na quinta-feira (5), é a vez de quem tem 26 anos se vacinar. A SMS estima 146.544 pessoas nessa faixa etária. Depois, na sexta-feira (6), serão vacinados aqueles com 25 anos. Para esta idade são esperados 147.439 munícipes.

Cabe ressaltar que todas as vacinas disponíveis foram aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Elas são eficazes e seguras contra a Covid-19. Não há necessidade nem possibilidade de escolher um imunizante específico.

Veja como fica o calendário de vacinação na capital:

Quarta-feira (4): abertura do grupo 27 anos (D1 para pessoas de 27 anos e D2 para todos os grupos elegíveis);
Drive-thrus e farmácias: das 8h às 17h;
Megapostos: das 8h às 17h;
Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/UBSs Integradas: das 7h às 19h.

Quinta-feira (5): abertura do grupo 26 anos (D1 para pessoas de 26 anos e D2 para todos os grupos elegíveis);
Drive-thrus e farmácias: das 8h às 17h;
Megapostos: das 8h às 17h;
UBSs e AMAs/UBSs Integradas: das 7h às 19h.

Sexta-feira (6): abertura do grupo 25 anos (D1 para pessoas de 25 anos e D2 para todos os grupos elegíveis);
Drive-thrus e farmácias: das 8h às 17h;
Megapostos: das 8h às 17h;
UBSs e AMAs/UBSs Integradas: das 7h às 19h.

Sábado (7): mutirão de busca ativa para segunda dose (D2 para todos os grupos elegíveis);
UBSs: das 8h às 17h;
AMAs/UBSs Integradas: das 7h às 19h.

Documentos necessários e pré-cadastro

Para garantir as doses à população do município de São Paulo, a SMS reforça a obrigatoriedade de o cidadão apresentar no ato da vacinação um comprovante de residência na capital, juntamente com os documentos pessoais, preferencialmente Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

O comprovante de endereço no município de São Paulo pode ser apresentado de forma física ou digital. Se não houver no próprio nome do munícipe, serão aceitos comprovantes em nome do cônjuge, companheiro, pais e filhos, desde que apresentado também um documento que comprove o parentesco ou estado civil, como Registro Geral (RG), certidão de nascimento, certidão de casamento ou escritura de união estável.

Vale lembrar que o preenchimento do pré-cadastro no site Vacina Já agiliza o tempo de atendimento nos postos de vacinação. Basta inserir dados como nome completo, CPF, endereço, telefone e data de nascimento.

Mais informações, como o calendário atualizado de vacinação da gestão municipal, os públicos elegíveis no momento, e a lista completa de postos abertos na capital podem ser encontradas na página Vacina Sampa.

Segunda dose

Com a reestruturação da plataforma “De Olho na Fila”, o Filômetro, os munícipes podem acompanhar quais vacinas contra a Covid-19 estão disponíveis para a segunda dose em cada posto de vacinação da cidade.

O Filômetro já auxilia os munícipes a identificarem o melhor horário para buscar o imunizante nos postos de vacinação, evitando filas e aglomerações.

A segunda dose está disponível em qualquer posto da capital.

*Com informações da Secretaria Municipal da Saúde

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas