Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

CPTM reduz tempo de viagem da Linha 12-Safira

A Linha 12-Safira da CPTM, que liga a Estação Brás a Calmon Viana, teve o tempo de viagem entre as duas estações reduzidas de 62 minutos para 52 minutos. A redução de 10 minutos deve-se às novas sinalizações e obras no trecho que inclui 13 estações. A linha é uma importante ligação entre a região do Alto Tietê e o centro da capital paulista.

“As intervenções que vêm sendo realizadas na Linha 12 têm o empenho da equipe da CPTM para atender uma reivindicação antiga dos passageiros pela redução do tempo de viagem. Hoje, a redução de 10 minutos já é uma realidade. Outras obras estão sendo feitas, outros projetos estão sendo pensados para que a gente consiga reduzir ainda mais”, disse o Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, após concluir o trajeto, nessa quarta-feira (1º).

A Linha 12-Safira é sinuosa e, com o uso de trens antigos, necessitava de reduções de velocidade para garantir a segurança das viagens. “Mas desde 2019 fizemos diversos estudos que mostravam que, com a modernização dos trens que circulam na via, seria possível aumentar a velocidade em alguns trechos”, explicou o gerente de manutenção de via permanente e estrutura civil da CPTM, Sérgio Luís Silva.

Além disso, em abril deste ano a Prefeitura de São Paulo concluiu uma obra no córrego Tiquatira, entre as estações Tatuapé e Engenheiro Goulart, o que também permitiu o aumento da velocidade no trecho. Também nas proximidades de Engenheiro Goulart, onde também começa a Linha 13-Jade, uma obra da própria CPTM também foi capaz de eliminar a necessidade da redução da velocidade média.

A redução de quase 20% no tempo de viagem na Linha 12-Safira pode diminuir ainda porque outras obras, como nas proximidades das estações São Miguel Paulista e Calmon Viana podem possibilitar que os trens circulem com mais velocidade e sem abrir mão da segurança.

“Sabemos da importância desta linha para a população da zona leste de São Paulo e do Alto Tietê, e por isso estamos trabalhando para tornar a viagem mais rápida, confortável e segura para todos”, afirmou o presidente da CPTM, Pedro Moro.

*Com informações do Governo de SP

Última atualização em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *