Dependentes químicos passam por exames pulmonares

Dependentes com problemas foram encaminhados a hospitais

Dependentes químicos da região da Cracolândia, região central de São Paulo, passaram por exames pulmonares no último fim de semana. A “ação inédita”, segundo a Prefeitura da Capital, identificou, logo nas primeiras horas, cinco casos de pacientes com problemas, sendo quatro graves.

“O que mostra que a situação no local é preocupante e precisa de ações, além de segurança, de saúde e assistência social também”, disse Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo. Os pacientes com problemas mais graves foram encaminhados para hospitais da região.

No último mês, ações na região da cracolândia espalhou medo pela região central. Um homem foi morto por tiro, supostamente disparado por policial civil. O caso é investigado.

A prefeitura sustenta que realiza diversas iniciativas na região central onde se concentram os dependentes químicos com conexão de várias áreas.

“A polícia na parte de investigação, inteligência e combate aos traficantes. Na assistência social, temos 40 agentes diariamente, 24 horas no território, fazendo 100 abordagens diárias e tem crescido a adesão aos tratamentos”, informou o secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Carlos Bezerra, por meio de nota.

O município diz que a ação na região fez crescer em 28% a procura por tratamento, além da prisão de 100 pessoas suspeitas de tráfico de drogas.

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.