Hospital de campanha de Heliópolis é reativado

Unidade já tem 85% dos leitos ocupados
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Gov. do Estado de SP)

O Governo de São Paulo reativou e já colocou em operação plena o hospital de campanha na estrutura interna do prédio do AME (Ambulatório Médico de Especialidades Barradas), localizado em Heliópolis, na zona Sul da Capital.

O serviço começou a receber pacientes no dia 13 de fevereiro para atendimento a casos graves ou gravíssimos de COVID-19. Possui 24 leitos de UTI e 20 de enfermaria, todos ativos, que já atingiram 85% de ocupação em ambos os setores. Até ontem, houve 61 internações e 22 altas.

No total, mais de 300 profissionais foram contratados para atuar no serviço, entre médicos e profissionais de Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia,  setores administrativos e de apoio.

A reativação da estrutura e ampliação da rede é fruto de análise técnica e planejamento da Secretaria de Estado da Saúde com base no monitoramento do cenário da COVID-19, visando assegurar atendimento igualitário à população.

“A retomada deste hospital de campanha é parte do nosso esforço para combater o recrudescimento da pandemia, garantindo estrutura completa para pacientes graves”, afirma o Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.

O hospital de campanha não afeta o funcionamento ambulatorial do AME Heliópolis, que segue atendendo pacientes mediante agendamentos. A unidade atende de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h e, aos sábados, dedica-se aos atendimentos do programa “Filho que ama leva o pai ao AME”, voltado à saúde do homem.

Por Gov. do Estado de SP

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas