Justiça aceita denúncia contra acusados de fraudar aposentadoria

Ao menos 26 benefícios irregulares foram identificados.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Por Daniel Mello

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Justiça Federal aceitou a denúncia contra quatro acusados de fazer parte de um esquema de fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na Grande São Paulo. A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) a partir de investigações da Operação Barbour, que prendeu quatro pessoas em novembro último.

Entre os presos na ocasião, estava a vereadora Elian Santana (SD), de Santo André (SP). O MPF afirma que as negociações para conceder os benefícios irregulares eram feitos dentro do gabinete da parlamentar.

Segundo a promotoria, a Justiça aguarda a manifestação de Santana e de outro acusado em relação ao processo, por isso, eles ainda não foram incluídos como réus.



Em nota divulgada pelas redes sociais, a vereadora afirma ser inocente. “Não sou líder de nenhuma quadrilha, não me atrelei a pessoas fraudulentas e não desviei nenhum centavo do erário público”, disse.

Aposentadorias antecipadas

As investigações apontam que, em pouco mais de um ano, entre 2017 e 2018, foram liberadas centenas de aposentadorias fraudulentas. Até agora, o MPF diz ter identificado 26 desses benefícios que geraram pagamentos de R$ 715,5 mil. As fraudes eram feitas a partir de uma agência do INSS em Diadema, também na região metropolitana.

O grupo aliciava pessoas interessadas em serviços de assessoria previdenciária com a promessa de acelerar a aposentadoria. A maioria dos que se beneficiaram do esquema era composta por bancários.

Os interessados pagavam entre R$ 8 mil e R$ 15 mil. Um servidor do INSS que também integrava a quadrilha inseria informações falsas de periculosidade ou insalubridade nos cadastros, reduzindo o tempo de contribuição necessário.

Entre os que se tornaram réus no processo estão dois clientes do esquema, bancários que conseguiram aposentadorias antecipadas de R$ 3 mil e R$ 3,5 mil. O MPF pretende denunciar outros beneficiários.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas - notícias

Orelhas & Tiaras

Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Podcast

SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
As últimas notícias de São Paulo e do Brasil.
As manchetes dos principais jornais do país
by SPAGORA

Você vai ouvir na voz do repórter Paulo Édson Fiore as manchetes dos principais jornais brasileiros.

As manchetes dos principais jornais do país
Comandante da PM afasta policial após ele apreender carro de vereadora
As manchetes dos principais jornais do país