Mercado onde menor foi torturado é alvo de protesto

Ato em frente ao Ricoy é contra o racismo e a tortura.
(Caio Castor/via The Intercept Brasil)

Um protesto neste sábado (7), em frente ao mercado Ricoy, onde um adolescente de 17 anos foi torturado, reuniu dezenas de pessoas. O ato é contra a tortura e o racismo, segundo o The Intercept Brasil.

Esta semana, após divulgação de imagens que mostram o menor sendo chicoteado, a Justiça decretou a prisão dos dois seguranças. David de Oliveira Fernandes e Valdir Bispo dos Santos foram presos entre sexta-fera (6) e sábado (7).

Notíciasrelacionadas

Na segunda-feira (2), a vítima prestou depoimento à Polícia Civil e contou que não se lembra do dia exato de agosto em que o fato aconteceu. Segundo relatou aos policiais, ele pegou uma barra de chocolate da gôndola e tentou sair do supermercado sem pagar. Na saída, foi abordado por dois seguranças, que o levaram para um quarto nos fundos do estabelecimento.

Despido, amordaçado e amarrado, ele passou a ser torturado com um chicote feito de fios elétricos trançados, por cerca de 40 minutos. Ele contou ainda que não registrou boletim de ocorrência porque temia por sua vida. Segundo depoimento, um dos seguranças ameaçou matar o adolescente, caso contasse algo a alguém..

Além da vítima, foram ouvidos outros funcionários do supermercado, que negaram conhecimento dos fatos. O mercado, que pertence a Associação Ricoy, detentora de outras marcas, divulgou nota no site da rede. Leia abaixo.

(Reprodução)

*Atualizado às 23h42

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu concordo com os Termos e Condições e Política de Privacidade.

Notícias relacionadas

Orelhas & Tiaras

Mais - recentes

São Paulo