Metroviários se reúnem para decidir sobre greve nesta terça

Categoria reclama de "ataques" aos trabalhadores.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Metroviários marcaram para o fim da tarde desta segunda-feira (4) uma assembléia para discutir sobre uma paralisação nesta terça-feira (5), em São Paulo. No site do Sindicato dos Metroviários, a Privatização é citada como ataque a categoria, além de outros motivos:

“O grave acidente ocorrido no dia 29/1, com o choque de dois trens na Linha 15-Prata do Monotrilho, expõe as condições de risco que os trabalhadores e a população sofrem nessa linha. Estações foram entregues às pressas e com vários problemas de segurança, sem acabamento e iluminação”, aponta.

Segundo a categoria “outra medida do Metrô que revoltou os trabalhadores ocorreu com a demissão injusta do Operador de Trem Joaquim José. Funcionário há 33 anos e diversas vezes elogiado pelos serviços prestados, foi demitido por justa causa sem qualquer apuração após agir em um incidente na Linha 1-Azul”.

A greve desta terça seria uma reação contra as medidas. A categoria foi convocada para discutir o tema na sede do sindicato às 18h30 de hoje (4).

Ainda não há informação se a Assembléia realizada no início da noite aprovou a paralisação.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas