Município de São Paulo tem 485 áreas de risco para deslizamentos

Processo de mapeamento está sendo realizado pela Defesa Civil
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

A Divisão de Prevenção da Defesa Civil do Município de São Paulo identificou 485 áreas de risco na cidade para deslizamento de encostas e solapamento de margens de rios. Segundo a Secretaria Municipal de Segurança Urbana, das 485 áreas de risco encontradas, 462 possuem o mapeamento de risco geológico, que identifica e classifica o grau de risco de comunidades vulneráveis expostas. Nas demais áreas, o processo de mapeamento está sendo realizado pela Defesa Civil.

De acordo com a pasta, das 32 subprefeituras do município, 28 possuem áreas de risco: Aricanduva, Butantã, Campo Limpo, Capela do Socorro, Casa Verde, Cidade Ademar, Cidade Tiradentes, Ermelino Matarazzo, Freguesia do Ó, Guaianases, Ipiranga, Itaim Paulista, Itaquera, Jabaquara, Jaçanã/Tremembé, Lapa, M’Boi Mirim, Parelheiros, Penha, Perus, Pirituba/Jaraguá, Santana/Tucuruvi, Santo Amaro, São Mateus, São Miguel, Sapopemba, Vila Maria/Vila Guilherme e Vila Prudente.

Segundo dados do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da prefeitura de São Paulo, dezembro de 2020 terminou com chuvas acima do esperado. O acumulado mensal foi de 206,6 milímetros em média na cidade, 11,3% acima dos 185,6 mm esperados para o mês.

Ao todo foram 29 dias com registro de precipitação em dezembro de 2020, boa parte com intensidade fraca e moderada. No entanto, os dias 1º, 15, 18, 19, 28 e 29 apresentaram chuvas generalizadas, com acumulados diários acima dos 10 mm.

*Com informações da Agência Brasil

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas