Pedágios de São Paulo terão aumento de 8% a partir de 1º de julho

Aumento em pedágios de São Paulo vai variar de 8,05% a 24,47%, de acordo com a inflação pelo índice IPCA
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

As tarifas de pedágio no estado de São Paulo terão aumento de 8,05% a partir da próxima quinta-feira (1). A autorização da Agência Reguladora de Transporte (Artesp) para o reajuste foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (25).

Sofrerão aumento na data as rodovias administradas pelas 17 concessionárias pertencentes às três primeiras etapas do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo.

Também foi autorizado o reajuste da concessionária Entrevias, que entrará em vigor no dia 6 de julho.

De acordo com a Artesp, o reajuste foi baseado na correção da inflação pelo indicador econômico IPCA, entre junho de 2020 e maio de 2021.

Motorista vai pagar até R$ 30 de tarifa
São Paulo tem os preços de pedágios mais altos do país. Também por isso, o sistema Anchieta-Imigrantes tem o pedágio mais caro em valores absolutos. Assim, o motorista vai pagar R$ 30,20 para ir da capital paulista ao litoral, e vice-versa. Atualmente, o pedágio é de R$ 28 nas rodovias que compõem o sistema, tanto na descida ao litoral, quanto na subida.

Veja as concessionárias autorizadas a aumentar as tarifas:

CCR Autoban
AB Colinas
Ecovias
Intervias
Renovias
CCR SPVias
Tebe
AB Triângulo do Sol
CCR ViaOeste
CART
Ecopistas
CCR RodoAnel
Rodovias do Tietê
Rota das Bandeiras
SPMar
ViaRondon
Tamoios
Entrevias
As cinco praças da concessionária Eixo-SP já tiveram os valores reajustados no início do mês.

Onze praças da ViaPaulista, localizadas na região de São Carlos, não sofrerão alterações nos valores neste momento, pois os prazos contratuais são diferentes das demais concessionárias.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas