Pró-Sangue registra queda de 30% nas doações

Período de férias é vilão dos bancos de sangue.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Arquivo/SP AGORA)

A chegada do período de férias é ansiosamente aguardada pela maioria das pessoas, mas existe um grupo que acaba sofrendo consequências negativas dessa época do ano: o das pessoas que precisam de sangue. Isso acontece porque muitos dos doadores viajam, o que acaba reduzindo o estoque nos hemocentros de todo o Brasil.

A Fundação Pró-Sangue tem registro histórico de 30% de queda das doações nesse período, que se acentua com a alta temperatura registrada nos termômetros. Atualmente, os sangues dos tipos O+, O-, A- e B- encontram-se em nível crítico na instituição.



Segundo Sandra Montebello, médica da Fundação Pró-Sangue, o alerta para o risco de faltar sangue é constante, mas aumenta no começo do ano. “Convocamos a todos para ajudarem a manter em funcionamento os atendimentos de urgência, emergência e cirurgias nos hospitais de São Paulo”, diz.

A doação é fundamental para a normalização das reservas. O médico da Fundação Pró-Sangue, Carlos Roberto Jorge, faz um apelo e reforça a importância de doar. “Festas, Carnaval e imunização contra a febre amarela no Verão diminuem consideravelmente os estoques. Vir bem alimentado e com documento de identificação para a entrevista de triagem inicial já é suficiente para ajudar”, afirma.

Para doar, é recomendável que os candidatos estejam bem hidratados no dia da doação. De acordo com um estudo feito pela Vanderbilt University Medical Center, nos Estados Unidos, a água sem nenhum aditivo pode ter um papel importante no controle da pressão sanguínea.

Os interessados em doar devem conferir os pré-requisitos básicos e os impedimentos à doação, para que não percam a viagem quando chegarem a um dos postos de coleta. Clique aqui para acessar essas informações.

*Conteúdo Governo do Estado de SP

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas