Seleção da Agência da ONU vence Copa dos Refugiados em São Paulo

Mais de 900 atletas participaram da competição.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Equipe comemora a vitória nos pênaltis (Heloísa Ballarini/Prefeitura de São Paulo/Reprodução)

A equipe Malaika venceu nesta terça-feira (20) a Copa dos Refugiados, que teve a final disputada no estádio do Pacaembú, em São Paulo. O time vencedor é a seleção da ACNUR, agência da ONU para os Refugiados.

O Malaika venceu nos pênaltis, por 4 a 2, o time de Angola, depois de empatar em um a um no tempo normal da partida. O torneio contou com a participação de mais de 930 atletas, de 27 nacionalidades, divididos em  41 times.



A semifinal foi no domingo (18), no Parque da Aclimação, com disputas entre Níger e Angola, Líbano e Malaika.  “A Copa é um projeto voltado principalmente para a integração social das pessoas refugiadas junto à população brasileira”, completou Jean Katumba, refugiado congolês e presidente da ONG África do Coração.

O prefeito Bruno Covas prestigiou a Final da competição. “São Paulo não admite nenhuma forma de racismo e nem de xenofobia, pois isso seria ir contra sua própria história, que só é o que é graças aos imigrantes que vieram para cá de todos os cantos  do mundo e do Brasil para construir essa grande cidade”, destacou.

A Copa dos Refugiados reuniu mais de 900 atletas (Heloísa Ballarini/Prefeitura de São Paulo/Reprodução)

*com informações da Prefeitura de São Paulo

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas