Vila Romana: o charme do tradicional com a inovação

Vila Romana é uma das queridinhas de quem deseja morar em São Paulo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
(Pixabay)

Na contramão da crise econômica vivida pelo país, o mercado imobiliário segue aquecido e em ritmo de expansão. Os consecutivos cortes da taxa básica de juros Selic realizados pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), no ano passado, facilitaram o acesso ao crédito. Além disso, a necessidade de isolamento social para conter a disseminação da Covid-19 fez com que os brasileiros passassem mais tempo em casa e observassem necessidades de reformas ou, até mesmo, de uma nova moradia.

O reflexo deste cenário foi o aumento da comercialização de unidades e o lançamento de novos empreendimentos residenciais, situação que segue ao longo de 2021, mesmo após a Selic subir dos 2%, fixados em 2020, para os atuais 6,25%. 

A expectativa é que o aquecimento do setor imobiliário permaneça. Pesquisa realizada pela Datastore revelou que 14,5 milhões de famílias brasileiras pretendem adquirir um imóvel nos próximos dois anos.

Na cidade de São Paulo, maior mercado imobiliário do país, foram vendidas 6.611 unidades residenciais no mês de agosto, o que demonstra crescimento de 23% em comparação com julho, quando foram comercializadas 5.373 unidades. 

Só em 2021, entre janeiro e agosto, foram vendidas 35.893 moradias na cidade. Mas não são apenas as vendas que chamam a atenção. Com o bom momento vivido pelo mercado imobiliário, muitas empresas estão tirando os projetos do papel, o que pode ser observado pela quantidade de apartamentos em construção em São Paulo.

Oferta

A oferta é variada para atender a demanda de diferentes públicos. Os imóveis compactos e localizados em regiões com uma forte rede de infraestrutura são as preferências dos consumidores que moram sozinhos. Para este perfil, há o modelo de apartamento studio em lançamento.

Já as famílias mais numerosas costumam optar por imóveis mais amplos, com uma área para as crianças brincarem. Para esses consumidores, também há coberturas e outros imóveis mais espaçosos.

Vila Romana é um dos queridinhos do mercado

O bairro Vila Romana, localizado na Zona Oeste, é um dos queridinhos de quem busca uma residência em São Paulo. O charme das ruas tranquilas e arborizadas aliado à boa infraestrutura, composta por uma vasta rede de comércio e serviços, são responsáveis por oferecer maior qualidade de vida aos moradores.

Na área da educação, o bairro possui instituições que vão do maternal ao curso superior. A rede de saúde também é completa, com a presença de hospitais públicos e privados.

A Villa Romana respira cultura. Lá estão localizados museus e teatros. Criado em 1988, o Teatro Cacilda Becker é um dos locais ilustres do bairro que conta, ainda, com o Museu da Imprensa Automotiva. Nas proximidades estão, ainda, o Sesc Pompeia e a arena do Allianz Parque. 

Para quem curte atividades ao ar livre, os parques Água Branca e Villa Lobos são alternativas para praticar caminhada, meditação e outros exercícios físicos. A gastronomia é outro ponto forte: a oferta de bares e restaurantes é ampla e variada, garantindo mais uma opção de lazer e entretenimento.

Por esse motivos, o bairro segue em ritmo de expansão, sendo um dos mais procurados por quem deseja morar em São Paulo. Atentas à demanda, as empresas do setor imobiliário têm, cada vez mais, realizado empreendimentos na região. 

A polivalência das opções agrada a diferentes gostos e bolsos. De studios para solteiros e investidores – que apostam na proximidade do metrô, do Allianz e de parques e shoppings para atrair locatários e para valorização constante – a construções adaptadas às ruas calmas e arborizadas, para quem busca moradia tranquila e qualidade de vida.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas